Baratas que recebem carinhos têm mais filhos

Carinho faz bem até no mundo asqueroso das baratas.
Um grupo de pesquisadores da Universidade Estadual da Carolina do Norte já sabia que baratas fêmeas com altos níveis de hormônios juvenis se reproduzem mais rapidamente. E que aproximidade com outras baratas tinha o mesmo efeito. Eles, então, foram conferir se o contato entre antenas também influenciava.
Juntaram baratas da espécie B. germanica simularam essa interação com materiais artificiais. O que eles perceberam foi que essa “troca de carinhos” facilitava a reprodução das baratas.
Fofas, não?
Crédito da foto: flickr.com/dotpolka

Postagens mais visitadas