Calazar em humanos – Cajazeiras registrou 05 casos de Leishmaniose visceral em 2014 e mais um caso neste ano

A cidade de Cajazeiras registrou cinco casos de Leishmaniose visceral, ou calazar em humanos em 2014 e, este ano já foi registrado mais um caso da doença, aumentando a preocupação da população, notadamente pelo grande número de cães soltos nas ruas e que estão infectados pelo mosquito transmissor da doença.

A coordenadora do núcleo de zoonoses do município de Cajazeiras, Isabela Cartaxo, disse que, no momento, não dispõe de dados relativos ao número de casos da doença em animais, entretanto, adiantou que são muitos.
O abandono e até a reprodução descontrolada de cães nas ruas tem se constituído num problema sério para o poder público e para a população. São centenas de cães e gatos vivendo nas ruas, sem vacinação, se alimentando nos lixos e transmitindo doenças, principalmente os “vira-latas” (cães sem raça definida). As famílias preferem cães de raça e principalmente animais pequenos.
Já Eliezer Celerino que presta serviços ao Núcleo de Zoonoses, disse que é responsável pelo resgate de cães doentes e com suspeitas calazar. O sangue é colhido, examinado e se a doença for confirmada, o animal é sacrificado e enterrado, afirmou.
Por outro lado, Isabela Cartaxo afirmou que quando é detectado um caso de calazar em um animal ou uma pessoa, todos os cães da área são recolhidos, o sangue é coletado e examinado, inclusive, isso está sendo feito no momento; os doentes são sacrificados e os que não têm a doença são liberados novamente para as ruas, tendo em vista que o município não conta com canil para abrigar esses animais. Ela disse ainda que o calazar em humanos tem tratamento e cura. Os pacientes hoje já são tratados no HRC (Hospital Regional de Cajazeiras), outros são encaminhados para hospitais de Campina Grande e João Pessoa.
Foi criada recentemente em Cajazeiras, a APAC (Associação de Proteção aos Animais), que funciona em uma propriedade rural, no entanto, só recebe animais que necessitem de uma assistência urgente, como os atropelados e filhotes abandonados, depois, são oferecidos para que as pessoas possam adotá-los.

Postagens mais visitadas