Cientistas identificaram o gene que torna nossos cérebros maiores



Apesar de compartilharmos 98% do DNA com os chimpanzés, nossos cérebros são bem maiores. Cientistas acreditam que isso se deve ao super desenvolvimento do órgão que temos nos nossos dois primeiros anos de vida. Mas, até agora, não era claro das instruções genéticas que tornavam esse desenvolvimento possível.

Agora uma nova pesquisa pode esclarecer essa parte do desenvolvimento. Após receberem uma dose de DNA humano, embriões de ratos desenvolveram cérebros gigantes - e os cientistas acreditam que é o gene presente nesse pedaço de DNA que torna os nossos cérebros tão especiais.
Para chegarem a essa conclusão, os pesquisadores da Universidade de Duke compararam áreas do DNA humano e do DNA de chimpanzés, focando em sequências responsáveis por regular as expressões dos genes.
Nos testes iniciais foram identificados 106 seguências que poderiam estar relacionadas com as diferenças entre o crescimento do cérebro humano e o do chimpanzé. Uma segunda análise mostrou que sseis dessas sequências eram localizadas em genes envolvidos no desenvolvimento cerebral e foram batizadas de human-accelerated regulatory enhancers (ou HARE), numeradas de um a seis.
Então cientistas isolaram essas sequências, tanto do genoma humano quanto dos chimpanzés. Quando os dois tipos de HARE 5 foram inseridos em embriões de ratos, os pesquisadores notaram que os cérebros dos animais que receberam a sequência humana ficaram 12 % maiores. O que, levando em consideração que esse trecho significa apenas 16 letras de diferença no código genético, é bem surpreendente.
De acordo com os pesquisadores, a diferença de tamanho dos cérebros dos ratos com DNA humanos era tão grande que era possível vê-la a olho nu. E o que eles vão fazer hoje? A mesma coisa que fazem todas as noites: tentar dominar o mundo (brincadeirinha).
agora você sabe de onde eles vieram (Foto: reprodução)

Postagens mais visitadas