Estudo mostra que boa parte dos idosos têm vida sexual ativa

Um novo estudo da Universidade de Manchester analisou cercaq de 7 mil homens e mulheres com idades entre 70 e 80 anos. A pesquisa, publicada no Archives of Sexual Behavior, mostrou que mais da metade dos homens (54%) e quase um terço das mulheres (31%) tem vida sexual ativa - em outras palavras, fazer sexo pelo menos duas vezes por mês.


De acordo com um dos autores, David Lee, essa pesquisa é importante porque os idosos são frequentemente subestimados em análises de comportamento sexual - e, por isso, esquecidos em importantes pesquisas que falam sobre a saúde sexual.

Os problemas mais frequentes relatados pelos entrevistados foram falta de desejo (32%) e dificuldades de atingir o orgamos (27%) nas mulheres. Os relatos dos homens apontavam que 39% tinham disfunções eréteis. Os homens também se mostravam mais preocupados com sua performance sexual - o que, segundo os pesquisadores, pode causar problemas de auto-estima.

O estudo também indicou que o afeto 'romântico' diminui com o passar dos anos - apenas 31% dos homens e 20% das mulheres afirmaram dar beijos e carinhos frequentes.

Postagens mais visitadas