Obama pede aos pais que vacinem seus filhos para conter o sarampo

O presidente Barack Obama está pedindo aos pais para vacinar suas crianças em meio a um surto de sarampo que já infectou mais de 100 pessoas nos Estados Unidos.


Em trechos de uma entrevista com a NBC News que irá ao ar nesta segunda-feira, Obama disse que o sarampo é uma doença evitável.

Ele disse que enquanto ele entendeu que há famílias preocupadas com o efeito da vacinação, a ciência é “bastante indiscutível”.

“Há todos os motivos para se vacinar, mas não há motivos para não fazê-lo”, disse ele, acrescentando: “Você deve vacinar seus filhos”.

Ele disse que quanto maior for grupo de pessoas não vacinadas, as crianças e as pessoas que não podem se vacinar por problemas de saúde ficam mais vulneráveis.

Houve 91 casos de sarampo na Califórnia, com pelo menos 58 epidemiologicamente ligados a um grupo que começou na Disneyland, em dezembro. Mais de uma dúzia de outros casos foram confirmados em outros 13 estados dos Estados Unidos e no México.


Não foram relatadas mortes em conexão com o surto, que as autoridades de saúde pública suspeitam que começou quando uma pessoa infectada de fora dos Estados Unidos visitou a Disneyland em Anaheim, Califórnia, entre 15 de dezembro e 20 de dezembro.

O surto de sarampo renovou um debate sobre o chamado movimento anti-vacinação no qual os temores sobre os potenciais efeitos colaterais de vacinas, alimentadas pela pesquisa agora desmascarada sugerindo uma ligação ao autismo, levaram uma pequena minoria de pais a recusar-se a permitir que suas crianças fossem vacinadas.

Alguns pais também optam por não vacinar os filhos por razões religiosas ou outras.

NBC News



Postagens mais visitadas