Proprietário de distribuidora é preso pela PF acusado de vender queijos adulterados


O proprietário da distribuidora Pinguim Queijos e Frios Ltda, situada em Arapiraca, foi preso, nesta quinta-feira (19), durante uma operação de combate ao comércio de queijos adulterados em toda região Agreste de Alagoas, além da falsificação do selo de inspeção do Ministério da Agricultura.

A operação contou com o apoio da Superintendência do Ministério da Agricultura em Alagoas, da Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal) e da Vigilância Sanitária da Prefeitura de Arapiraca.

Os agentes da Polícia Federal autuaram o proprietário do estabelecimento pelos crimes de adulteração de produtos alimentícios e pela falsificação de selo público. A pena pode chegar a 16 de reclusão.

Foram apreendidos na distribuidora aproximadamente 2,3 toneladas de queijos, além de 370 Kg de manteiga, todos impróprios para o consumo. Diante da impossibilidade de comercialização, o produto será destruído em um local apropriado. A Vigilância Sanitária interditou o estabelecimento, haja vista a total falta de higiene que foi observada no local.

O inquérito policial foi iniciado em novembro de 2014 e a investigação prosseguirá com a identificação dos fornecedores dos queijos e manteiga, bem como estabelecimentos como pizzarias, restaurantes, mercadinhos, padarias e lanchonetes que comercializavam indevidamente os produtos. Todos poderão ser indiciados pelo crime de vender produtos alimentícios adulterados, estando sujeitos à pena de 4 a 8 anos de reclusão. 


Fonte: Redação com Gazetaweb


Postagens mais visitadas