Cães doentes infestam o AgroCentro na cidade de Patos

Os comerciantes proprietários de estabelecimentos de alimentação no AgroCentro, localizado na BR 230, estão denunciando a presença de cães e gatos doentes. O AgroCentro recebe diariamente centenas de pessoas para que comercializam frutas, verduras e carnes, dentre outros produtos vendidos para todo o sertão da Paraíba.

De acordo com Elvira Antero, proprietária de restaurante no AgroCentro, os prejuízos devido a presença de animais doentes no local chegam a 30%, pois os clientes estão se afastando por não terem como se alimentar de forma sossegada devido aos cães e gatos que cercam as mesas.
A reportagem presenciou animais com doenças de pele em estágio avançado. Os animais ocupam os banheiros, calçadas, grama e diversos locais do AgroCentro. Os animais são de idades variadas e a doenças de alguns passa para outros que estão proliferando doenças diversas.
A funcionária Jane Rafael disse que a situação está cada vez mais complicada, pois os animais estão se reproduzindo cada vez mais. Jane criticou a gestão municipal pela ausência de uma política de zoonoses na cidade de Patos. “Isso é um problema social e a gente não vê ninguém fazendo nada. As pessoas cobram de Patrian, mas ele já faz o que não pode. Temos que cobrar da prefeita que faça algo. Peço a prefeita que, por favor, faça alguma coisa por esses animais”, confessou Jane.
Em contato com o gerente do AgroCentro, Júnior Guedes, este relatou que tem percebido o problema. “Assim que cheguei aqui, no mês de janeiro, eu vi realmente este problema. Procurei o nosso amigo da APPA, o Patrian, e ele me passou que está com a capacidade de cães na sua ONG já bem acima, está três vezes mais do que suporta. Eu estive com ele hoje pela manhã e na verdade ele ficou de voltar para trazer uma solução para sanar esse problema desses cães. O que eu ‘tava’ dizente era que esses permissionários deixassem de alimentar esses cães aqui, porque eles mesmos é que estão provocando essa vinda de cães aqui, mas na medida do possível vamos tentar solucionar”, relatou Júnior Guedes.


Jozivan Antero – Patosonline.com

Postagens mais visitadas