Campanha contra poluição de oceanos traz fotos de animais sob a mira de leitor de código de barras

A Surfrider Foundation Europe, uma organização sem fins lucrativos dedicada a defender um manejo sustentável dos oceanos e da vida marinha, tem uma mensagem simples sobre a cultura do consumo: “Você compra, o oceano paga”.

Este é o lema por trás de uma nova campanha publicitária que visa combater os 5,25 trilhões de partículas de plástico que atualmente poluem os oceanos. Alguns dos cartazes criados para a campanha incluem fotos impactantes que representam o dano da poluição plástica aos animais marinhos, mostrando-os sob a mira de leitores de código de barras . As informações são do Huffington Post.
De acordo com um comunicado da Surfrider, as ações humanas do cotidiano devem ser responsabilizadas pelo lixo dos oceanos. São os cotonetes sendo jogados pelas tubulações, as microesferas de cosméticos e produtos de limpeza que descem pelos ralos, o plástico que envolve lanches ou fatias de pão, e definitivamente são as sacolas plásticas usadas para carregar todos aqueles produtos plásticos comprados nas lojas.
Foto: Surfrider Foundation
Foto: Surfrider Foundation
A Surfrider deseja que o público saiba quem está pagando o preço pelo consumo irresponsável, e tenta alcançar esse objetivo com uma série de fotos poderosas. Para honrar o 20º aniversário do programa anual Ocean Initiatives da Surfrider Foundation Europe, a organização associou-se à agência francesa Young & Rubicam para criar os anúncios que apresentam um pedido muito simples:
“Por ano, 26 milhões de toneladas de resíduos de embalagens plásticas termina nos oceanos. Vamos mudar a nossa maneira de consumir”.
Segundo um relatório do Programa Ambiental das Nações Unidas, incontáveis animais marinhos são mortos ou prejudicados pela poluição plástica quando se enroscam nesse lixo ou o ingerem. O Centro de Diversidade Biológica relata que, a cada ano, peixes no norte do Pacífico ingerem de 12.000 a 24.000 toneladas de plástico, assim como centenas de milhares de aves marinhas que comem plástico e, por conta disso, acabam morrendo de fome em seguida.
“A poluição dos oceanos começa com a compra do objeto, que acabará sendo descartado como resíduo”, diz um comunicado do aniversário da Ocean Initiatives. As pessoas podem melhorar a saúde dos oceanos adotando ou mudando alguns comportamentos: reduzindo o seu consumo de produtos plásticos, reutilizando-os e reciclando-os, além de, sobretudo, recusando-se a aceitar a onipresença do plástico no dia-a-dia”.
Segue abaixo mais anúncios da campanha educativa da Ocean Initiative que divulga a necessidade de mudança de hábitos em nome do salvamento das vidas desses animais.
Foto: Surfrider Foundation
Foto: Surfrider Foundation
Foto: Surfrider Foundation
Foto: Surfrider Foundation
Foto: Surfrider Foundation
Foto: Surfrider Foundation

Postagens mais visitadas