CCZ de São Paulo, que parecia ser referência, comete barbaridade

Sheldon, um pit bull, foi assassinado, simplesmente porque era bravo, mesmo com a perspectiva de ser adotado. Keké Flores, defensora e voluntária no Centro de Controle de Zoonoses de São Paulo, que propiciava carinho e amor aos animais, além de trabalhar intensamente na busca de lares para os que eram lá deixados, foi expulsa, e a veterinária que não concordou com o sacrifício foi transferida.

Postagens mais visitadas