Cientistas criam teste que pode diagnosticar câncer pelo smartphone

Os smartphones podem se transformar em uma ferramenta acessível para diagnosticar certos tipos de câncer, indicou um estudo publicado nesta semana na revista científica da Academia Americana de Ciências, a "PNAS".

Os autores propuseram um método baseado na difração, que permite o diagnóstico celular e molecular em smartphones. Até agora, a técnica foi considerada de difícil implantação.
O sistema de difração digital (D3) usa micropartículas para gerar padrões únicos que podem ser aprendidos pelo smartphone e processados por um servidor remoto, oferecendo um diagnóstico que fica disponível em 45 minutos.
No estudo, os pesquisadores aplicaram a plataforma D3 para examinar células pré-cancerosas e cancerosas, além da detecção do vírus papiloma humano, o HPV.
"Este método poderia ser aplicado com bons resultados em regiões onde o acesso médico é limitado", defenderam os autores da pesquisa.
Segundo os pesquisadores, o teste, que atualmente custa US$ 1,80 por diagnóstico, demonstra a viabilidade de um enfoque de diagnóstico baseado em smartphones e em regiões com recursos limitados.
Da EFE

Postagens mais visitadas