Ministério Público pede construção imediata de abrigo e hospital veterinário

O Recife deu um passo importante, oficialmente, na defesa da causa animal. Após as orientações concedidas em audiências públicas, o Ministério Público de Pernambuco emitiu recomendação à prefeitura para que seja criado, imediatamente, um hospital veterinário público e um abrigo para os animais abandonados. A solicitação foi publicada no Diário Oficial do último sábado (18). Caso a gestão municipal se recuse a atender a norma, será aberta uma ação civil pública impondo a obrigação às autoridades.

De acordo com o promotor de Justiça e Meio Ambiente da Capital Ricardo Coelho, o projeto ainda não foi detalhado, mas deve ser elaborado o mais rápido possível. "Várias entidades tratam de recolher animais abandonados das ruas e denunciam o descaso. No Recife, não temos hospital e nem local para deixar. Quando houve o caso da senhora que abandonou os animais na Encruzilhada, foram recolhidos 11 pelo Centro de Vigilância Ambiental e eles disseram que não poderiam levar mais nenhum", disse o promotor. "Como aceitar que em uma capital como a nossa o CVA se recuse a aceitar mais animais porque já tem 11? Precisamos resolver isso com urgência".

A obra do hospital veterinário deve ser iniciada imediatamente, assim como o abrigo. "Na Secretaria dos Direitos dos Animais, temos 12 veterinários atuando em áreas burocrátivas. Temos efetivo. Só precisamos da estrutura. E ela não é difícil de ser montada", concluiu Ricardo Coelho.

Postagens mais visitadas