Vaca teve bezerros trigêmeos de gestação natural

Uma vaca de uma propriedade em Borda da Mata (MG) teve bezerros trigêmeos, fato considerado muito raro por veterinários quando acontece em uma gestação natural. Os animais viraram o 'xodó' do dono, já que ele havia comprado uma boiada de 47 animais e levou de 'brinde' três raridades. A propriedade passou a receber curiosos diariamente para conhecer os bezerrinhos e caso deve ser pesquisado por universidade da região.

Os três bezerros nasceram em outra propriedade e foram para o sítio do produtor rural Benedito Sobreiro de Souza junto com os outros animais que ele comprou. Ele teve uma surpresa quando descobriu que os três eram de uma mesma gestação e até desconfiou da história, cogitando a possibilidade de fazer um exame de DNA. Mas quando ele viu a vaca alimentando os três juntos, não teve dúvidas de que eram 'irmãos'.
Os bezerros já têm nome: o macho se chama Orgulho, a fêmea que nasceu primeiro é a Vingança e a outra bezerra é a Pirraça. Diante da proeza de gerar três, a vaca foi batizada de Surpresa.
Para alimentar os trigêmeos, a vaca não está sendo ordenhada. Todo o leite vai para os bezerrinhos. Os animais são mestiços e foram gerados de forma natural. Seu Benedito procurou saber com o antigo dono dos animais como foi o nascimento dos trigêmeos. "Ele foi 'tocar' as duas bezerrinhas com a mãe e ela não queria ir, ficou berrando e procurando voltar, aí um bezerrinho berrou, ele voltou e viu que tinha mais um, três [no total]", conta.
O veterinário Etércio da Costa Rodrigues afirma que o caso é muito raro. "São casos isolados, a gente tem poucos no Brasil, a [possibilidade] de isso acontecer é muito pequena, ainda não tem uma estatística bem descrita de casos de trigêmeos de forma natural."
Aos 40 dias de vida, os trigêmeos estão bem, mas o veterinário faz uma observação: uma das fêmeas pode se tornar infértil. "Se acaso o macho tiver alguma ligação placentária com uma das duas fêmeas, pode ocorrer um caso que chamamos freemartinismo, os órgãos sexuais dela não têm um desenvolvimento normal por causa da ação dos hormônios do macho sobre os órgãos femininos", explica.
Curiosos visitam bezerros trigêmeos em Borda da Mata (Foto: Erlei Peixoto / EPTV)Curiosos visitam bezerros trigêmeos em Borda da
Mata (Foto: Erlei Peixoto / EPTV)
Atração
O curral do seu Benedito agora vive recebendo visitas. Muita gente aparece no local só para conhecer essa raridade. "Dois eu já vi, mas três não", comenta a aposentada Doraci Benedita Muniz, visitando o curral. "Muito lindo, muito emocionante [ver isso]".

O parto raro deve virar até pesquisa científica. A estudante de medicina veterinária Mariza Motta quer acompanhar os trigêmeos numa pesquisa para a universidade onde estuda. O objetivo é descobrir se o meio ambiente pode ter influenciado nessa gestação. "Nós tivemos muitas mudanças climáticas, principalmente nos dois últimos anos. É tentar encontrar se é uma característica mesmo da fêmea essa fertilidade ou se isto está ligado ao meio ambiente", explica.
Com toda essa atenção, os quatro animais viraram o 'xodó' de seu Benedito. Ele que pagou um preço fechado pela boiada de 47 animais, levou de 'brinde' uma surpresa e mais três bezerros. "Não vendo não, essa aí vai ser relíquia. Tem que deixar para o neto, pra ele cuidar", finaliza.
Do G1 Sul de Minas

Postagens mais visitadas