Cabra 'inteligente' conquista família de RO e come até biscoito recheado

O comportamento de uma cabra vem surpreendendo os moradores do bairro Jorge Teixeira, em Ji-Paraná, interior de Rondônia. É que há um um ano e meio, a família Santos comprou Bita (a cabra) e a transformou em animal de estimação. O bicho é tão paparicado que, além de usar uma coleira rosa, é alimentado com biscoito recheado. O mimo é tanto que chega a causar ciúme nos outros animais da casa: quatro gatos e um cachorro.

Maria José e o esposo Edvaldo dos Santos são dos donos de Bita. A mulher conta que ganhou o animal de presente do marido e, desde então, se afeiçoou tanto que a cabra se tornou quase um membro da família, tendo liberdade para circular dentro de casa. "Hoje eu acordo e ela vem atrás de mim, claro que pedindo comida. Toda vez que vou para dentro de casa a deixo ir comigo", detalha a dona de casa.
Os hábitos diferentes começaram a surgir quando o animal era ainda filhote, após começar a ser amamentada na mamadeira. Maria lembra que a cada dia, com Bita crescendo, a relação de amor entre as duas também aumentava. Mas, com a experiência de ter cuidado de três filhos, Maria José exige ordem e disciplina da cabra e não deixa o animal ficar sozinho dentro de casa.
Casal diz que nunca irá vender o animal (Foto: Samira Lima/G1)Casal diz que nunca irá vender o animal
(Foto: Samira Lima/G1)
"Sempre gostei e criei caprinos, mas inteligente como esta nunca vi. Bita é arteira e se deixar sobe na mesa e camas. Se bobear, ainda faz xixi nesses locais. Ela se sente dona da residência", brinca com a situação.
Orgulhoso do presente que deu à esposa, o funcionário público Edvaldo dos Santos, afirma que, apesar dos quatro gatos e um cachorro, Bita é o maior xodó da família. "Comprei ela por R$ 100 há um ano e meio. Ela com certeza nos dá muitas alegrias", afirma. A ideia de vender ou abater animal é descartada por todos da família. "Isso nunca irá acontecer", declara.Além de ficar dentro de casa, Bita tem muitas regalias. "Ela come tudo o que pode, desde biscoitos recheados até pães", diz a dona de casa. Por comer bolachas, a cabra perdeu o gosto pela pastagem, mas, segundo Maria, de vez em quando, destrói algo do quintal, como samambaias e roseiras.
Visita em vizinhos
A cabra da família Santos já é conhecida entre os vizinhos do bairro Jorge Teixeira, em Ji-Paraná. De acordo com Sueli Alves, o animal visita com frequência a casa onde mora. "A Bita sempre vem e apronta muito, mas não fico brava. Gosto dela aqui, mesmo já tendo aprontando algumas vezes comigo", afirma. Ao G1, Sueli lembra que a cabra já urinou em uma das camas dela e o cheiro demorou meses para desaparecer.

A presença na vizinhança se tornou tão rotineira que a cabra acabou pegando cria de um bode e a família deve aumentar. Maria diz estar feliz com a gestação do animal, mas ainda não sabe o que fará com os filhotes quando nascerem. "Talvez eu venda, não sei ainda. Só sei que está vindo mais dois bagunceirinhos", prevê.
"Bita é arteira. Sobe na mesa e cama se deixar', diz dona de casa (Foto: Samira Lima/G1)"Bita é arteira. Sobe na mesa e cama se deixar', diz dona de casa (Foto: Samira Lima/G1)
Do G1 RO

Postagens mais visitadas