EUA ordenam retirada de alimentos com gordura trans do mercado

Segundo o comunicado da agência, a determinação vai reduzir significativamente o uso de fósforo nos alimentos. Desde 2006, os fabricantes foram obrigados a incluir informações de conteúdo de gordura trans nos rótulos. Entre 2003 e 2012, a FDA estima que o consumo de gordura diminuiu 78% no país e que a nova regra de rotulagem foi um dos fatores a puxar a queda.

A gordura trans é usada pela indústria alimentícia para aumentar o sabor e o tempo de conservação dos produtos. Ela é prejudicial à saúde por elevar os níveis de colesterol ruim, a Lipoproteína de Baixa Densidade (em inglês LDL), e diminuir o colesterol bom, a Lipoproteína de Alta Densidade (em inglês HDL). Essas alterações nas taxas aumentam o risco de doenças como infarto e acidente vascular cerebral.
Veja alguns alimentos que possuem esse componente:
- Biscoitos salgados, doces e outros alimentos assados: esses produtos geralmente contêm gorduras trans em estado sólido, para deixá-los menos oleosos.

- Pipoca de micro-ondas: as gorduras trans sólidas são usadas nas pipocas de micro-ondas para conservar o produto por mais tempo.

- Pizzas e salgados congelados: alguns produtos congelados - pizzas, risolis, coxinhas - contêm gorduras trans para prolongar sua duração.

- Manteiga vegetal e margarina em barra

- Creme para café

- Glacê pronto para uso: os glacês prontos para uso em doces faz com que as guloseimas fiquem mais sólidas e estáveis por mais tempo em temperatura ambiente.
Da France Presse

Postagens mais visitadas