Delegacia de plantão é interditada pela Vigilância Sanitária

O cenário do sistema penitenciário do Rio Grande do Norte possui mais um agravante. Na tarde desta terça-feira (14), a Vigilância Sanitária interditou a Delegacia de Plantão Zona Sul, após denúncias feitas pelo Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública do RN (SINPOL). Quatorze homens encontravam-se detidos na delegacia, localizada no bairro de Candelária, e, após a visita dos agentes da Covisa, foi determinado que estes fossem retirados do local no período de 24 horas. 

De acordo com Renata Pimenta, diretora executiva do sindicato, a queixa à Vigilância Sanitária foi feita devido às condições insalubres do local. "Nós não temos atribuição e estrutura para esses presos. O espaço é terrível e sem ventilação, uma situação de masmorra", conta. Segundo ela, a Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania (Sejuc), havia se comprometido a retirar, diariamente, os presos flagranteados da delegacia de plantão, porém, este acordo não está sendo cumprido.  

Por meio da assessoria de imprensa, a Delegacia Geral da Polícia Civil do Rio Grande do Norte (DEGEPOL) informou que está tomando as devidas providências para que os presos sejam transferidos para o sistema prisional do Estado, dentro do prazo estabelecido pela Covisa. 

Durante a noite desta terça-feira (14) e a madrugada de quarta-feira (15), a Delegacia de presos que forem autuados na zona Sul, serão levados para a Delegacia de Plantão da Zona Norte. 

Da Tribuna do Norte

Postagens mais visitadas