Pia portátil tenta incentivar limpeza de mãos para combater a diarreia

Uma pequena caixa de plástico decorada com sapos sorridentes e um logotipo verde chamativo, a Labobo parece um brinquedo, mas pode ajudar a prevenir que milhares de pessoas fiquem doentes com diarreia e outras doenças.


A pia portátil tenta encorajar as pessoas a lavarem as mãos regularmente, principalmente após usar o banheiro e preparar comida, o que já se provou ser eficaz para conter a doença.
A Labobo acabou de chegar ao Camboja, que tem os piores níveis de acesso sanitário no Sudeste Asiático.
“Lavar as mãos é uma enorme oportunidade de melhorar a saúde porque é uma solução barata e efetiva”, diz Geoff Revell, gerente regional do WaterSHED, uma organização que trabalha para melhorar as condições sanitárias na região.
Com 38 mortes a cada mil crianças nascidas vivas, o Camboja tem uma das maiores taxas de mortalidade entre crianças até 5 anos na região, segundo dados do Banco Mundial.
Lavar as mãos regularmente pode ajudar a prevenir cerca de metade dos casos de diarreia, que mata cerca de 800 mil crianças todos os anos, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).
Labobo vende cada pia portátil por US$ 15. Cada unidade pode conter até 15 litros de água, e pode ser instalada em uma altura útil para as crianças.
“Se você der às pessoas um balde e um pedaço de sabão, é mais provável que o balde seja usado para outra coisa”, disse Revell à Reuters. “Mas se elas gastam dinheiro em um produto que elas gostam e querem ter, é mais provável que elas continuem usando e criem um hábito saudável, lavando suas mãos regularmente.”
A Labobo foi desenvolvida inicialmente para famílias do Delta do Mekong no Vietnã, onde a WaterSHED já vendeu 10 mil unidades em um ano por meio de sua empresa social.

Apesar de campanhas se sensibilização, lavar as mãos regularmente é um desafio no Camboja, onde 60% da população rural ainda não tem banheiros e apenas 44% tem acesso a água e sabão para lavar suas mãos, segundo a OMS.
Da Reuters

Postagens mais visitadas