Produtos vencidos destinado ao lixo são desviados e vendidos no Ceará

Funcionários de empresas contratadas por supermercados da Grande Fortaleza para descartar alimentos vencidos denunciaram nesta quinta-feira (9) a venda dessas mercadorias por preços menores na cidade de Caucaia. Um funcionário, que não quer se identificar, diz que toda a mercadoria é pesada e vendida por quilo.

“Existem pessoas envolvidas que nesse trajeto, entre o gerador e o destino final, desvia a mercadoria e nas proximidades do aterro entrega aos receptadores, que pagam um valor irrisório pelo peso de toda a mercadoria. Esse material é pesado e vendido por um valor único por cada quilo de material entregue”, explica.
A Prefeitura de Caucaia afirma que enviou uma equipe para a estrada do aterro sanitário para identificar as pessoas que tiram os produtos dos carros para vender.Imagens feitas por pessoas que denunciam o crime registram o momento em que produtos vencidos são retirados de dentro do veículo que faz a coleta de lixo. O alimento é deixado em um local previamente combinado com os “receptores”, segundo a denúncia.
“Os receptadores vendem em locais de periferia com alta lucratividade. Eles vendem visando somente ao lucro e esquecendo da segurança que está consumindo esse produto”, diz o denunciante.
A Vigilância Sanitária diz que ainda desconhece, mas vai investigar o caso. O coordenador de produtos da Vigilância Sanitária, Marconde Gomes, afirma que, em “hipótese nenhuma”, itens vendidos podem ser vendidos.
“A obrigação do supermercado é ele ter um plano de gerenciamento de resíduos sólidos para que ele possa dar destino. E ele tem o contrato com uma empresa para fazer esse recolhimento”, explica.
A Vigilância Sanitária acompanha esse processo por meio de relatórios. O órgão visita supermercados uma vez por ano. “Quando a gente recebe denúncias desse tipo, no mesmo instante a gente faz a fiscalização para verificar se a denúncia procede. Se proceder, a empresa será autuada”, diz.
G1 CE

Postagens mais visitadas