Você lava as sacolas retornáveis de supermercado?

A pergunta é: com qual frequência você lava a sua sacola de supermercado retornável?
O canal de televisão CTV News, de Vancouver, no Canadá, fez essa pergunta a donas de casa durante suas compras nos supermercados. 


E mais: a repórter Lynda Steele, que tem uma coluna de reportagens voltada aos consumidores, chamada "Steele, a seu lado", levou algumas dessas sacolas para testes microbiológicos na Escola de População e Saúde Pública da Universidade Columbia Britânica (UBC). Em alguns destas sacolas já era possível notar alguma sujeira a olho nu.

— Há algum resíduo nesta superfície de plástico. Pode ser sangue seco, mas também, apenas o suco de fruta — disse a microbiologista Karen Bartlett, da UBC, ao abrir uma das sacolas. — Em alguns casos, por exemplo, se for Campylobacter, pode causar algum tipo de gastroenterite (inflamação aguda que compromete os órgãos do sistema gastrointestinal), vômitos e diarreia.A conclusão a que chegou foi de que, se essas sacolas não forem lavadas regularmente, as donas de casa podem carregar seus mantimentos num "saco cheio de bactérias", como E-coli e Salmonela, que são potencialmente prejudiciais.


Karen tirou amostras das sacolas para testes de bactérias, incluindo as associadas à carne crua. Após 48 horas na geladeira do laboratório, ela fez novamente o teste (para ver quais bactérias se desenvolveram).


— A boa notícia é que não encontramos bactérias associadas à intoxicação alimentar — disse ela, que lançou a pergunta: — Mesmo assim, você realmente quer qualquer bactéria crescendo dentro da sacola que você leva seus mantimentos?
Lynda contou que, depois de mostrar o experimento (com os pontinhos com as bactérias crescidas após 48 horas) para os consumidores, muitos disseram que iriam repensar a forma como usam e armazenam suas sacolas.



— Nós nunca usaríamos a roupa íntima, cueca ou calcinha, por uma semana inteira sem lavá-las, certo? Então, lavar as sacolas de supermercado é uma coisa boa — explicou Karen.
Ela afirmou que a maioria das bolsas pode ser jogada na máquina de lavar. Mas, se o tecido não é lavável na máquina, pode ser lavado à mão, com água e sabão. Também explicou que as sacolas só podem ser guardadas se estiverem completamente secas.

Outra dica de Karen e de Lynda é, ao comprar carne, colocar o pacote num saco plástico retornável diferente dos sacos onde estão as verduras e frutas. E, claro, evitar a contaminação cruzada lavando as mãos.



O Globo

Postagens mais visitadas