Empresa está desenvolvendo órgãos de porcos compatíveis para transplantes humanos

Milhares de pessoas morrem, todos os anos, na fila por um transplante de órgãos. Mas a empresa United Therapeutics está determinada a mudar isso. Seus cientsitas querem criar órgãos de porcos compatíveis ao organismo humano - uma técnica chamada xenotransplante (o transplante entre espécies).

No passado, médicos já tentaram colocar corações de porcos em corpos humanos, porém pacientes morreram e seus médicos perderam as licenças. O motivo óbvio é que o nosso sistema imunológico rejeita o órgão e até remédios poderosos imunossupressores não conseguem impedir a rejeição. No entanto, em termos de funcionalidade de órgãos, os porcos são os mais compatíveis com os humanos - suas partes têm o mesmo tamanho, são bastante similares e os bichinhos são fáceis de serem encontrados. 
Agora os cientistas da United querem alterar a biologia dos porcos para que eles cresçam com órgãos compatíveis. Um pesquisador da empresa já descobriu como suprimir a produção de um tipo de açúcar no organismo dos suínos - esse mesmo tipo de açúcar provoca uma parte da rejeição em nossas células. E, recentemente, a ideia é colocar genes humanos dentro dos porcos - em teoria isso é possível pela forma com que o corpo dos animais funciona. Mesmo assim, não é uma tarefa fácil
Porém em junho, cientistas publicaram um estudo em que descreviam o transplante de um rim de um porco que foi transplantado em um babuíno - o órgão funcionou por 136 dias. Outro transplante, de coração, realizado entre estes dois animais, também funcionou por dois anos e meio - um novo recorde. Agora, cientistas querem tentar um transplante mais difícil: o de pulmão. A ideia é que o primeiro transplante em um humano seja feito na próxima década.
Via PopSci

Postagens mais visitadas