McDonald's usará apenas ovos de 'galinhas felizes'

A rede de fast food McDonald's anunciou nesta quarta-feira (09) que vai utilizar apenas ovos de galinhas que vivem fora da gaiola – as "galinhas felizes" – em seus cerca de 16 mil restaurantes nos Estados Unidos e Canadá pelos próximos 10 anos. O termo "galinha feliz" é usado para a criação desses animais sem confinamento, em espaços livres
.

"Nossa decisão de utilizar apenas este tipo de ovo reforça o foco na qualidade de nossa comida e nosso cardápio para agradar e surpreender as expectativas de nossos clientes".

Em comunicado, o presidente da rede nos EUA, Mike Andres, justificou que os clientes estão cada vez mais interessados em saber mais sobre a comida e de onde ela vem.
Outras companhias, como General Mills e Nestlé, já anunciaram planos de não comprar mais ovos de galinhas criadas em gaiolas.

Segundo o McDonald's, a rede de restaurantes compra em torno de dois bilhões de ovos nos EUA e 120 milhões no Canadá para servir pratos de café da manhã, como sanduíches populares. A empresa compra mais de 13 milhões de ovos de "galinhas felizes" todos os anos desde 2011.
McDonald's anuncia que mudará a sua politica sobre consumo de ovos em seus restaurantes nos EUA e no Canadá (Foto: Reprodução/McDonald´s/Twitter)Rede de fast food anuncia que só usará ovos de galinhas criadas fora da gaiola nos restaurantes dos EUA e Canadá (Foto: Reprodução/McDonald´s/Twitter)
"O bem estar dos animais sempre foi muito importante para nós e nossos clientes", acrescentou a vice presidente da rede na América do Norte, Marion Gross, para quem o anúncio representa um grande passo para "melhorar o tratamento dos animais".

No ano 2000, o McDonald’s dos EUA foi a primeira rede de fast food a adotar um sistema de criação de galinhas, com mais espaço por pássaro do que a indústria padrão.

Este ano, a empresa anunciou a meta de usar apenas frangos criados sem antibióticos importantes para a medicina humana até 2017 e oferecer leite com baixo teor de gordura de vacas que não foram tratadas com rbST, um hormônio artificial de crescimento.

G1

Postagens mais visitadas