Polícia Civil desarticula esquema de falsificação de carnes em empresa

Um grande esquema de falsificação de carnes, embutidos, queijos, maioneses e outros produtos foram desmantelados pela Polícia Civil de Capivari de Baixo, através de seu Setor de Investigação Criminais (SIC), com apoio da Delegacia de Delitos de Trânsito e Crimes Ambientais (DDTCA) de Tubarão, CIDASC e Vigilância Sanitária de Tubarão.   

Durante as investigações e cumprimento do mandado de busca e apreensão na empresa fraudadadora - um frigorífico de Tubarão -, foram apreendidos aproximadamente 7 toneladas de carnes e derivados vencidos. A empresa reeditava os lotes e data de validade vencida dos alimentos utilizando uma impressora a jato de tinta contínuo, própria para esse trabalho. O material apreendidos e destruído equivalia a 90% dos produtos que estavam dentro de todas as três câmeras frias.  

Além dos produtos vencidos, com rótulos de validade adulterados, foram apreendidos uma máquina impressora a jato de tinta contínuo, uma esteira onde dava agilidade as remarcações mostrando que o local nos fundos da empresa era onde se processava todo crime.  

Diante das provas, o proprietário da empresa frigorífica, um homem de 43 anos, confessou o crime e declarou que comprava dos vendedores de empresas famosas produtos com a data de vencimento estourando ou já vencidos, apagava com um produto tipo tinner e remarcava os lotes e data de validade com a máquina especial e recolocava o produto no comércio de Tubarão e região como se fosse novo.  

Durante interrogatório, o proprietário ainda declarou que embalava carnes de origem duvidosas com rótulos de empresas como um frigorífico de Tocantins (empresa que registrou o boletim de ocorrência). Segundo o conduzido, ele atuava com carnes há aproximadamente 25 anos e estava praticando esse crime há aproximadamente três anos.  

O caso
A Delegacia de Capivari de Baixo recebeu um boletim de ocorrência registrado na DDTCA de Tubarão informando que uma empresa frigorífica que possui matriz em Tocantins, estava reclamando que em um minimercado de Capivari de Baixo estava vendendo carnes com rótulos falsos que não eram da empresa.  

A investigação foi repassada à SIC da Delegacia de Capivari de Baixo para que iniciasse as diligências. Após a constatação in loco, foi apreendido no mercado suspeito carnes com o rótulo dessa empresa de Tocatins. Feito à oitiva dos proprietários do mercado e representante da empresa, descobriu-se que quem vendia a carne era um vendedor de um frigorífico de Tubarão.  

Diante dos fatos, foi representado pelo mandado de busca e apreensão no frigorífico suspeito, em Tubarão. Durante o cumprimento da ordem judicial, na quarta-feira, 23, foi encontrado farto material como rótulos de várias empresas, inclusive muito ainda encaixotados entre eles os pertencentes à empresa que reclamante e várias outras de nomes famosos, além dos produtos vencidos.  

O proprietário da empresa foi preso em flagrante, a esposa dele de 46 anos e dois empregados foram conduzidos para depoimentos e indiciamentos. A empresa foi lacrada pela Vigilância Sanitária de Tubarão e todo o material fora de validade encaminhado para destruição.

Postagens mais visitadas