Segundo estudo, Coca-Cola brasileira tem a maior taxa de produtos cancerígenos do mundo

Uma pesquisa realizada pelo Idec (Instituto de Defesa do Consumidor) constatou que a Coca-Cola, fabricada no Brasil, apresenta alto índice de produtos cancerígenos. 


Entre as substâncias apontadas no estudo, destaca-se o uso de uma grande quantidade do produto 4-metil-imidazol, conhecido como 4-MI. Este produto está presente no corante caramelo IV, sendo proibido seu uso nos Estados Unidos.

De acordo com o Idec, a Coca-Cola brasileira tem 10 vezes o limite máximo da substância pré-estabelecida pelo governo norte americano. Nos Estados Unidos, o governo pré-estabeleceu uma tabela a qual obriga a empresa adicionar o 4-MI, referente a uma quantia de 39 ml da bebida. Logo, a empresa nos Estados Unidos teve que se adequar as regras, Sendo obrigada a diminuir a concentração de 4-MI.

De acordo com o jornal Britânico Daily Mail, na Inglaterra ativistas que defendem uma alimentação saudável para as crianças querem obrigar a fábrica no país a tomar a mesma medida....

Postagens mais visitadas