EUA aprovam vírus que trata câncer de pele

A Food and Drug Administration, agência do governo americano que regulamenta a aprovação de medicamentos, autorizou a utilização do vírus T-VEC, desenvolvido pela empresa Amgen (que dá a ele o nome comercial de Imlygic), no tratamento de casos avançados de melanoma - um tipo de câncer de pele que afeta 74 mil pessoas, e mata 10 mil, a cada ano nos EUA.
O uso de vírus no combate ao câncer é discutido há decadas, mas só agora chega ao mercado, na forma de uma terapia disponível comercialmente. 
O T-VEC é uma versão geneticamente modificada do vírus HSV-1, que causa herpes. Ao ser injetado nos tumores e se multiplicar dentro deles, libera uma proteína chama GM-CSF, que é fabricada naturalmente pelo organismo em algumas circunstâncias e causa a morte celular. Além dessa ação direta, acredita-se que o vírus estimule o sistema imunológico humano a atacar as células tumorais
O tratamento consiste em uma série de injeções, ao longo de seis meses, e irá custar US$ 65 mil. Segundo o fabricante, ele eliminou metade dos tumores durante os testes clínicos. Mas esse número não foi endossado pela FDA - que, ao anunciar a liberação do tratamento, informou que o vírus é eficaz em 16% dos casos de melanoma

Postagens mais visitadas