EUA liberam venda de salmão transgênico; entenda

O AquAdvantage, criado pela AquaBounty Technologies, cresce muito mais rápido do que os outros salmões: o transgênico atinge o tamanho de mercado em aproximadamente 16 meses. O convencional, em três anos.
Isso foi possível graças à genética: um gene regulador do crescimento, retirado da espécie Chinook, a maior do Pacífico, foi adicionado aos genes do salmão do Atlântico. Mas, como explica o professor Eric Hallerman, da Universidade de Virgínia, "Geralmente, os hormônios de crescimento do salmão não agem nos meses mais frios".
 Para esse problema, foi adicionado um gene de uma espécie de enguia, que sobrevive e cresce até em temperaturas congelantes. Ele garante que o gene de crescimento do Chinook nunca desligue. O resultado? Um super salmão, criado em tanques de água fria.
O órgão regulador disse: "Cuidadosamente analisamos e avaliamos as informações e dados enviados pela AquaBounty Technologies sobre o salmão AquAdvantage, e determinamos que os requisitos para aprovação foram cumpridos, incluindo que o peixe é seguro para comer". Além de ser seguro para comer, o salmão teve que atender outros critérios. O DNA modificado também tem que ser seguro para o peixe, que não pode ser diferente em quesitos nutricionais e de segurança dos outros salmões.
Uma das maiores preocupações ambientais com o peixe transgênico é que ele pode competir com as espécies "normais". Um peixe gigante, que cresce muito rápido e come mais, com certeza levaria a melhor na hora de capturar recursos ?comida. Para evitar que isso aconteça, os peixes têm que ser criados em tanques com várias barreiras físicas. 
Se mesmo assim eles escaparem, é considerado difícil que sobrevivam nas águas quentes do Panamá, onde são criados atualmente. Como são espécies de água fria, os peixes teriam que nadar milhares de quilômetros até o Atlântico Norte ou Pacífico Norte. Para completar, eles são estéreis. Tudo isso foi apontado pela FDA como garantia de que o transgênico não ofereceria ameaças ao meio ambiente.

Postagens mais visitadas