Farmácia é interditada por vender medicamentos vencidos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) interditou uma farmácia localizada no cruzamento das  Avenidas Borges Leal e Silva Jardim, na tarde desta quarta-feira (25), em Santarém, oeste do Pará.
Segundo o fiscal da gerência de medicamentos do órgão federal, João Roberto Castro, o estabelecimento estava com medicamentos vencidos nas prateleiras e não tinha licença sanitária para funcionamento.
Medicamentos e documentos foram apreendidos (Foto: Roberta Freitas/TV Tapajós)
Medicamentos e documentos foram 
apreendidos (Foto: Roberta Freitas/TV Tapajós)
Equipes do órgão federal realizam inspeção em estabelecimentos na cidade desde a terça-feira (24), mas a única que gerou interdição foi esta. A operação tem o apoio da Vigilância Sanitária Municipal e também da Polícia Federal. “O estabelecimento está interditado por falta de licença sanitária e pelas irregularidades encontradas. Quando retirarem a licença e se adequarem o estabelecimento será liberado pela Anvisa”, informou Castro.
Como são irregularidades administrativas que repercutem na área penal, o fiscal afirmou que serão encaminhadas à Delegacia de Polícia Federal que vai dar prosseguimento ao inquérito e apurar de quem é a responsabilidade.
O estabelecimento está sujeito a pagar multa que pode chegar até R$ 1,5 milhão, mas a punição só será aplicada após a verificação das alegações da empresa em defesa.
De acordo com Castro, a Anvisa faz busca ativa ou por amostragem em estabelecimentos. O órgão expede uma autorização federal e todos os estabelecimentos ficam sujeitos a fiscalização, não só do município como do estado.

Do G1 Santarém

Postagens mais visitadas