Acupuntura é aliada de médicos veterinários no tratamento de animais

Sua origem perde-se no tempo. A Acupuntura, técnica milenar da Medicina Tradicional Chinesa, existe há cerca de 5 mil anos e tem tudo para ser cada vez mais utilizada para a manutenção da saúde.
Não só dos homens, mas também dos animais. A Acupuntura Veterinária é a técnica aplicada aos animais, por médicos veterinários capacitados. E eles podem ser de qualquer espécie: cavalos, cachorros, gatos, coelhos...
Ao longo do tempo, a Acupuntura passou por várias fases, também chamadas escolas, com modificações e aprimoramento nos padrões da Medicina Tradicional Chinesa. 
O desenvolvimento científico permitiu sua compreensão e novas abordagens, a exemplo da Acupuntura Neurofuncional. A manipulação do sistema neurológico é cada vez mais estudada e os resultados são confirmados. A técnica de neuromodulação inclui não apenas o uso de agulhas e eletroestimulação, mas também a aplicação de medicamentos com intenções terapêuticas, completamente baseado nos estudos de neurociências. 
“Ela considera as interações do Sistema Nervoso Autônomo (SNA) Simpático e Parassimpático, manipulando-os para conseguir os resultados desejados”, explica a médica veterinária Ingrid Atayde, da Comissão de Ética e Bioética do Conselho Federal de Medicina Veterinária (Cebea/CFMV).
A médica veterinária afirma que a Acupuntura é indicada nos casos de reabilitação e dor, aguda ou crônica, e doenças que envolvam controle neurológico como as degenerativas: displasias, espondiloses, doença do disco intervertebral.
“Em alguns casos, a cirurgia pode ser evitada, mas é preciso uma análise precisa e cuidadosa do quadro, para não perder a chance de sucesso cirúrgico”, alerta Ingrid.
Há resultados excelentes  em reabilitação de cinomose, incontinência urinária e/ou fecal, obstipação crônica – especialmente em felinos – aceleração da cicatrização cutânea, entre outras.
A técnica também é auxiliar a médio e longo prazo para tratar os quadros de ansiedade, problemas dermatológicos, atópicos ou alérgicos e outras patologias com interferência do estado psicoetológico.
A médica veterinária relata dois casos em que a técnica ajudou na reabilitação de dor crônica de um Cocker Spaniel que apresentava um comportamento atípico para a raça. “Ele mudou completamente sua atitude, desde a alimentação até saltos e brincadeiras”, conta.
“É preciso entender que ela é um tratamento complementar, da mesma maneira que associamos fármacos, para o benefício mais rápido possível do paciente, associamos a Acupuntura. É preciso ser realista quanto aos resultados e suas evidências, buscando sempre o melhor para o paciente em termos de risco-benefício e custo benefício”, afirma a médica veterinária.
Especialidade
A Resolução CFMV nº 1051/2014 habilitou a Associação Brasileira de Acupuntura Veterinária para conceder o título de especialista em acupuntura veterinária aos profissionais interessados de acordo com os critérios da Resolução CFMV nº 935/2009.
O objetivo é garantir que os títulos de especialista sejam concedidos sob critérios rígidos e por instituições reconhecidas para que o serviço seja prestado pelos profissionais de Medicina Veterinária com excelência.
“O maior fator para a popularidade da Acupuntura é o sucesso no tratamento das patologias para as quais há indicação”, conclui Ingrid Atayde.
Assessoria de Comunicação do CFMV 

Postagens mais visitadas