Saiba como acalmar cães e gatos na hora dos fogos de ano novo

Todos os anos, cães e gatos fogem e se machucam gravemente na hora dos fogos de artifício do Reveillon. O barulho costuma assustar e estressar os animais, e muitos literalmente entram em pânico na noite da virada.


Recentemente, uma postagem circulou no Facebook recomendando amarrar uma faixa de tecido fazendo um 8 no tronco dos cães. A técnica, chamada de tellington touch, prometia tranquilizar os cães nos momentos estressantes das queimas de fogos, e muita gente compartilhou acreditando na possibilidade de amenizar o sofrimento dos pets.
Para José Roberto Souza Ribeiro, médico veterinário e diretor técnico da Health for Pet, a dica realmente faz o cachorro ficar parado na hora do susto. Mas ficar imóvel não significa estar tranquilo.

— Não acho que vá acalmar o animal. Para mim, isso é lenda. O pano simplesmente está evitando que ele fique pulando.

O veterinário explica que, amarrando o tecido no cão, ele vai parecer mais calmo, mas o resultado é melhor para o dono, que não enxerga a agonia do bicho, do que para ele.

Em vez de tentar o método das redes sociais, o veterinário recomenda deixar o bichinho de estimação em um lugar seguro na hora da queima de fogos, tanto na virada do ano quanto em jogos de futebol.

— Eu deixo em uma caixa de transporte, porque eles se sentem acomodados e mais seguros lá dentro.

O especialista indica também levar o bicho para um lugar mais silencioso, como a garagem do prédio, se esta ficar no subsolo. Desde que lá ele não tenha a possibilidade de fugir.

— O dono também pode ficar dando petiscos ou fazendo brincadeiras para distrair o pet nesse momento.

Ele explica que, se a cada queima de fogos, o cão ganhar petiscos e brinquedos, vai começar a associar o barulho a algo bom.

Casos mais graves em que o animal entra em pânico ao ouvir trovões, fogos ou barulhos de carro podem ser amenizados com CDs que têm esses sons. O dono coloca o áudio bem baixinho para não estressar o bicho, e aumenta gradativamente. Mas este tratamento leva meses e requer dedicação e paciência.

— Também existem no mercado ossinhos e comidas que vêm com elementos que aumentam a serotonina no organismo e, por isso, acalmam o pet. Mas não adianta dar só no dia dos fogos, tem que começar no mínimo 10 ou 15 dias antes.

Para os donos de gatos, a dica é usar produtos em spray ou difusor que liberam hormônios para acalmar o bichinho. Além de ser um método seguro, o resultado é praticamente imediato.

— Tem veterinários que indicam acepromazina em gotas, que é um pré-anestésico. Eu não recomendo. O remédio vai fazer com que o pet fique mais tranquilo, mas pode dar problemas cardíacos. E se a pessoa não perceber na hora, quando descobrir pode ser tarde demais. 

Postagens mais visitadas