Encontrada enzima que destrói gordura e elimina açúcar

Já pensou em comer um chocolate ou um tomar um sorvete sem qualquer peso na consciência ou uma ida ao restaurante sem olhar duas vezes para os ingredientes da sobremesa?
Estas duas opções poderão ser possíveis em breve e tudo graças a uma descoberta científica.

Conta o Mirror que uma equipe de pesquisadores do Centro de Pesquisa do Hospital da Universidade de Montreal, no Canadá, conseguiu descobrir uma enzima até agora desconhecida.
Mas não se trata de uma enzima qualquer, é a enzima que tem um papel central no controle da utilização de glicose e de gordura no corpo. E não só: esta mesma proteína pode ainda eliminar o excesso de açúcar das células, algo que não só permite travar a acumulação de gordura e o ganho de peso, como pode também dar anos de vida, já que consegue reduzir os índices de obesidade e Diabetes.
Segundo os investigadores, a proteína agora chamada de glicerol 3-fosfato-fosfatase (G3PP) neutraliza os efeitos tóxicos do excesso de açúcar no organismo. Marc Prentki, docente da universidade, explica que a G3PP “pode desagregar a maior parte do excesso de glicerol-3-fosfato e desviar a célula, de modo que as células beta do pâncreas (produtoras de insulina) e os diversos órgãos fiquem protegidos contra os efeitos tóxicos dos níveis elevados de glicose”, entre eles a produção excessiva de gordura.
A descoberta desta enzima – até agora ignorada, mas essencial para o bom funcionamento do metabolismo – é vista como um grande passo no combate à obesidade e doenças como a Diabetes tipo 2. O resultado final da investigação consta nas Atas da Academia Norte-americana de Ciências

Postagens mais visitadas