Leite materno é usado para fabricar vírus matador de bactérias

O leite materno dá uma força para proteger o sistema imunológico de bebês contra bactérias e fungos.
E, graças a esse líquido, cientistas ingleses pensaram em uma espécie de 'vírus' que 'viaja' pelo organismo e combate infecções que nós, adultos, também temos no organismo.

A partir da lactoferrina, proteína encontrada no leite materno, pesquisadores da National Physical Laboratory sintetizaram uma espécie de cápsula similar a um vírus. Além do tamanho nano, a criação funciona como um vírus convencional, que se infiltra em uma célula (bactérias, nesse caso) e a usa como hospedeira para se manter.
Quando encontraram as bactérias, a reação dos "parasitas" turbinados com aminoácidos de lactoferrina foi imediata. "O resultado foi arrasador: as cápsulas atacaram as membranas [da bactéria] com muita velocidade e eficiência", diz Hasan Alkassem, um dos pesquisadores que atuaram no projeto.
Na prática, as cápsulas realizaram um ataque direto ao microrganismo hospedeiro, destruindo as membranas e reduzindo as chances de defesa em caso de resistência ao uso de antibióticos. Os cientistas responsáveis pela pesquisa relatam que o vírus também foi capaz de distinguir entre as bactérias e as células do organismo, o que foi essencial para seu bom funcionamento.   
Antes de sair do ambiente controlado dos laboratórios para ser utilizado em humanos, o 'vírus' oriundo do leite materno deve passar por testes em animais.

Postagens mais visitadas