Quero ser veterinário: saiba tudo como conquistar essa linda profissão

Engana-se quem acredita que, para ser um médico veterinário, basta um amor profundo por animais. É necessária uma incrível dose de equilíbrio emocional, coragem, disciplina e muita determinação.

Os veterinários são vistos por donos de animais como verdadeiros pediatras e, assim como os médicos que cuidam de nossas crianças, esses profissionais, que são responsáveis pela saúde de nossos filhos peludos, penosos e escamosos precisam de uma dose extra de paciência para lidar com chamadas desperadas a qualquer momento do dia, e de um comprometimento sem limites, afinal de contas, é nas mãos deles que entregamos os nossos amados pets.
medicina veterinária existe "desde que o mundo é mundo": os registros mais antigos dessa profissão são do ano 4.000 a.C. no Papiro de Kahoun. Na Babilônia, há referências ao pagamento dos médicos de animais em vários documentos, como os códigos Eshn Unna, 1900 a.C., e de Hamurabi, 1700 a.C.. Na Grécia Antiga, a arte de cuidar da saúde dos bichinhos data do século VI a.C.
Apesar de ser uma profissão bastante antiga, a medicina veterinária como a conhecemos hoje, com cursos específicos sobre anatomia e cuidados aos animais, só surgiu em 1761, com a fundação da primeira Escola de Medicina Veterinária, pelo francês Claude Bougerlat.

A medicina veterinária atualmente 

Desde que foi fundada e reconhecida como profissão, a medicina veterinária mudou radicalmente. Antes, era bastante básica e visava unicamente a cura de algum mal ocasional, os médicos veterinários eram verdadeiros clínicos gerais, não existia nenhum tipo de especialização. Hoje, assim como a medicina dos humanos, a veterinária é ampla, dando a oportunidade ao veterinário para atuar nas mais diversas áreas, que, muitas vezes, nem estão relacionadas diretamente com os cuidados animais, como é o caso de profissionais que atuam na área de controle de doenças em populações de grandes animais silvestres.
Além das infinitas possibilidades de atuação, existem também as especializações, ou seja, se, há 20 anos, era raríssimo ouvir falar em dermatologia canina, hoje é extremamente comum existirem oftalmologistas veterinários, dermatologistas, dentistas e as mais diversas especializações, assim como na medicina humana convencional.

O mercado e a carreira da Medicina Veterinária

O mercado nunca esteve tão promissor para essa profissão

Desde os primórdios de sua existência, essa carreira está em crescente expansão, mas nada comparado ao verdadeiro "boom" a partir dos anos 90.
O Brasil é o segundo maior mercado do mundo em quantidade de animais domésticos, esse é uma realidade constantemente crescente do mercado pet. Com aproximadamente 50 milhões de animais de estimação, sendo sua maioria de cães e gatos, em quantidades respectivas de 28 milhões e 12 milhões aproximadamente, e 4 milhões de outros animais, como pássaros, hamsters furões e répteis, o Brasil só perde para os Estados Unidos.
Essa enorme e crescente população de animais precisa de cuidados, o que aumentou significativamente a criação de clínicas veterinárias, laboratórios veterinários, hospitais veterinários e pet shops em geral. O Brasil é, também,um dos maiores produtores e consumidores de comida para animais do mundo. Esse mercado movimentou cerca de 3 bilhões de reais em 2012.
Não é apenas o universo pet que anda crescendo, outro mercado que vai muito bem, e com um potencial de prosperidade brilhante, é o mercado da Agropecuária, outra boa opção para trabalho e renda para profissionais de medicina veterinária. De acordo com estimativas do Ministério da Agricultura, a produção de carnes no Brasil aumentará em 15 milhões de toneladas.
Com o aumento dos rebanhos na agropecuária, aumento de pets em lares e residências, e a expansão monstruosa desse mercado, a procura por profissionais qualificados, capazes de tratar dos mais diversos animais, cresceu muito.
Por isso, A crescente demanda também chama a atenção para a qualidade do ensino e, em 2002, foi criado um teste, o Exame de Certificação para os formandos em Medicina Veterinária. Assim como é a OAB para os advogados, o bacharel em veterinária que não for aprovado no  poderá ser inscrito no CMV, Conselho Regional de Medicina Veterinária. eprovados, dessa forma, não poderão exercer a profissão.
Atualmente, existem cerca de 200 cursos de medicina veterinária em todo o Brasil, e o curso costuma ter 5 anos de duração. O salário médio de um médico veterinário é de $ 3.041,00.

Especializações Veterinárias

A gama de possibilidades de atuações para os veterinários é muito grande e continua crescendo

O profissional formado em veterinária pode optar pelas especializações a seguir especificadas.
  • Veterinária clínica: o clássico médico veterinário, aquele que cuida de nossos pets. Dentro dessa área de atuação, ainda existem muitas opções de especializações tais como: oftalmologia, ortodontia, dermatologia, cardiologia, ginecologia, urologia, e as mais váriadas opções, todas assim como existem para os seres humanos.
  • Veterinária na área industrial: acompanha desde a produção de alimentos para animais até alimentos para pessoas, tudo que envolver algo de origem animal.
  • Veterinária ambiental: especializa-se em animais silvestres em seu ambiente natural, estuda e acompanha a fauna e cuida da saúde das espécies, presenvardo-as e identificando doenças que possam atingir essas populações. Pode cuidar também da reabilitação de animais soltos de cativeiros e até mesmo na capacidade de um animal silvestre de se adequar ao cativeiro, como acontece nos casos de animais traficados ilegalmente.
  • Controle e tecnologia para populações animais: mais específica para a agropecuária, desenvolve e aprimora técnicas para criação e nutrição de rebanhos. Pode atuar também em melhoria genética e reprodução, com fertilizações in vitro e trabalhos com o genoma de espécies que são privilegiadas e escolhidas para a reprodução seletiva.
  • Medicina veterinária aplicada a laboratóros veterinários.
  • Medicina veterinária aplicada a indústria farmacêutica. 

Como costuma ser o cde Medicina Veterinária

A grade curricular é bastante abrangente e puxada

Só amar os bichinhos não basta. O médico veterinário tem de ter vocação para a área da saúde e equilíbrio emocional para ministrar cuidados, que vão desde checar os ouvidos a aplicar uma simples injeção até sacrificar um animal doente. É na faculdade que se "separa o joio do trigo", é durante o treinamento que se percebe se, de fato, existe a vocação ou se é só um amor muito grande pelos animais.
Além da vocação, é bom ter em mente que, assim como os estudantes de medicina, o futuro veterinário deve dedicar-se integralmente e estudar bastante.
O curso de veterinária tem duração média de 5 anos, sendo o estágio no final do curso obrigatório. Durante o curso o aluno terá aulas de anatomia animal, micro
biologia e nutrição geral, que costumam fazer parte da grade do primeiro ano. A partir do segundo ano, o aluno mais maduro passa a ter contato com a parte mais técnica, inclusive fazendo laboratórios práticos de estudo de anatomia, biologia e química, assuntos que antes eram apenas teóricos.
A partir do quarto ano, quando o aluno já está bastante maduro, aborda-se as doenças dos animais e zoonoses, além de técnicas específicas para cirugia e procedimentos como exames clínicos e inseminação artificial.
A grade básica de um curso de Medicina Veterinária certamente abordará:
  • Anatomia;
  • Morfologia; 
  • Genética;
  • Microbiologia;
  • Parasitologia;
  • Cirurgia Veterinária Básica;
  • Nutrição Básica;
  • Química;
  • Biologia;
  • Estatística.

Os 11 melhores cursos de veterinária

Existem excelentes cursos em todo o Brasil

De acordo com o Guia do Estudante de 2012, os melhores cursos de Medicina Veterinária do Brasil, considerados 5 estrelas pelo MEC, Ministério da Educação e Cultura, são, por ordem alfabética, a seguir listados.
  • Universidade Federal de Lavras (Ufla)
  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
  • Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
  • Universidade Federal de Viçosa (UFV)
  • Universidade Estadual de Londrina (UEL)
  • Universidade Federal ural do io de Janeiro (UFJ)
  • Universidade Federal do io Grande do Sul (UFGS)
  • Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
  • Universidade Estadual Paulista – Botucatu (Unesp)
  • Universidade Estadual Paulista – Jaboticabal (Unesp)
  • Universidade de São Paulo (USP)

Como escolher a profissão

Como em qualquer profissão, há vantagens e desvantagens

Além de ser o tipo de profissão que exige uma vocação  ninguém acorda na manhã do vestibular e decide que quer ser veterinário, é um sonho construído por muitos anos – requer também muita responsabilidade do aluno enquanto está cursando a faculdade, e uma responsabilidade maior ainda quando já atua com o cuidado e saúde dos pets.
O aluno deve estudar desde o começo da faculdade, para que não deixe nenhum tipo de defasagem acumular. Além disso, é bom, desde o principio do curso, manter um foco, por ser uma profissão bastante ampla e uma área super segmentada, é bom ter uma ideia do que interessa mais para que haja maior dedicação a esse aspecto. O estágio é obrigatório, o que é muito bom para se criar experiência e familiaridade com os diversos casos. Além disso, ajuda o aluno a lidar com a pressão que pode existir na profissão.
As principais vantagens:
  • como foi citado anteriormente, o mercado em expansão tanto para área de clínicas de veterinária, quanto na área do agronegócio. Ambos os mercados estão em alta e com perspectiva de crescimento nos próximos anos;
  • é a realização de um sonho para muitas pessoas;
  • é a possibilidade de fazer a diferença.
As potenciais desvantagens:
  • apesar do crescimento, a remuneração ainda é considerada baixa quando se pensa na quantidade de investimento que há para se tornar um veterinário;
  • o excesso de trabalho pode ser extenuante, além da escassez de profissionais em determinadas áreas. O ritmo da atividade pode ser muito puxado;
  • a constante necessidade de disponibilidade para atender ligações de pacientes;
  • a enorme responsabilidade e a pressão que acompanham a profissão.

Uma profissão linda e com a carreira potencialmente promissora

A medicina veterinária proporciona a alegria de muitas pessoas ao restaurar a saúde de um amado animalzinho. É uma linda profissão com possibilidades muito amplas de atuação e vem crescendo a cada ano, juntamente com o mercado pet e o agronegócio.

Postagens mais visitadas