Suplementos para melhorar saúde sexual? Não são tão seguros

Ao longo dos anos, muitos homens têm recorrido a inúmeros e variados produtos ‘naturais’ para melhorar a saúde sexual.


Entre eles os suplementos dietéticos que contêm ginseng e ervas que prometem um efeito afrodisíaco, a cura de problemas da disfunção erétil ou até um rendimento sexual inigualável.
Mas, como alerta um estudo realizado por pesquisadores do Centro Médico Baptista Wake Forest em Winston-Salem (EUA), não só a eficácia destes produtos não tem qualquer fundamento científico, como podem ser muito perigosos para a saúde.
Como refere Ryan Terlecki, que liderou esta investigação publicada no The Journal of Sexual Medicine, “alguns destes produtos são impuros, por isso não podemos recomendá-los de forma rotineira aos nossos pacientes”.
Quanto à segurança, este estudo sublinha que alguns destes produtos podem conter vestígios de inibidores de fosfodiesterase, que em pessoas com cardiopatias graves e que tomam nitratos podem diminuir a tensão arterial a níveis perigosos. Os homens com doença renal grave ou que fazem diálise também devem evitar este tipo de produtos.

Postagens mais visitadas