Tudo o que deve saber antes de adotar um cão

Todas as famílias merecem a companhia de um animal de estimação e todos os animais de estimação merecem o conforto de uma família, mas a adoção de um cão, por exemplo, apenas deve acontecer quando estão todas as condições reunidas.

É preciso ponderar muito antes de adotar um animal, em especial um cão, por ser mais sociável e dependente do dono.
Pensando em todas as pessoas que  anseiam adotar um amigo de quatro patas, eis tudo aquilo que se deve analisar antes de prosseguir com uma adoção.
1 – Agenda – uma pessoa com a agenda muito preenchida, por exemplo, que saia de casa pelas 9h e apenas regresse depois das 20h, ou que tenha um horário imprevisível deve ponderar muito antes de adotar um cão e comprometer-se a organizar os seus dias de forma a que o animal seja o centro das atenções.
2 – Viagens – uma pessoa que viaje com bastante frequência ou que passa largos dias fora de casa apenas deve adotar um cão se conseguir levá-lo ou se tiver alguém de confiança que possa ficar com ele, embora esta não deva ser a solução.
3 – Orçamento – ter um cão requer disponibilidade financeira. Não apenas para ração, mas para tudo o que o animal precisar para se sentir bem e saudável. As idas ao veterinário devem ser frequentes.
4 – Raça – se a pessoa quer adotar um cão apenas pela raça, o melhor é não o fazer. Ir em modas não é o melhor. Para quem pretende adotar um rafeiro, o mais indicado é visitar o animal algumas vezes na associação.
5 – Filhos – ter um cão apenas para agradar aos filhos também não é correto, até porque as crianças não têm, ainda, sentido de responsabilidade e força para ficarem encarregues da edução do animal.
6 – Acordo – uma família apenas deve adotar um cão se todos, sim todos, os elementos estiverem de acordo. O animal deve ser recebido de braços aberto por todos e amado por todos.

Postagens mais visitadas