Imagem assustadora mostra realidade gerada pela indústria de laticínios

A imagem é literalmente surreal – fileiras e fileiras de pequenas celas isoladas de concreto que se parecem com sepulturas e se estendem pelo horizonte – e poucas pessoas conhecem a dura realidade que se passa dentro delas.

Nessas estruturas vivem filhotes de vacas, que foram retirados de suas mães e são destinados ao matadouro, como que embalados lado a lado em campos misteriosos. As informações são do The Dodo.
“Como todos os mamíferos, as vacas devem ser engravidadas para que produzam o leite”, escreve o Farm Sanctuary em seu site. “As vacas exploradas pela indústria de laticínios passam as suas vidas em um constante ciclo de gravidez, dar à luz e ter o seu leite extraído, com um curtíssimo tempo de intervalo entre as gestações”.
Uma vez que essa indústria não vê utilidade nos bezerros machos, eles são mortos para se tornar carne de vitela. Para isso, eles têm de ser mortos ainda muito jovens, e para que “produzam” uma carne macia, devem viver confinados em locais onde não possam se mover. Daí a explicação para as lápides de concreto que se vê nas imagens desta reportagem.
Conforme escreveu a leitora Diana Scarazzini, no Facebook:
“Esta não é uma foto gráfica, nem mostra sangue…mas ela nos faz pensar de onde vem a nossa comida…Você pode adivinhar o que é isso?
Essa imagem mostra uma criação de bezerros no Oregon, e cada gaiola tem um bezerro dentro ela, que foi arrancado de uma mãe enlutada, uma hora após o seu nascimento. Suas mães tiveram tempo suficiente para limpá-los, lambê-los e iniciar um elo de ligação com cada um deles, antes de serem levados embora para viverem nessas caixas de concreto, esperando para serem mortos em no máximo seis semanas. Ali eles ficarão impossibilitados de se mover, de modo a deixar a sua carne mais macia para as pessoas poderem comer seus bifes de vitela…Isso parte o meu coração. E o seu?”
De fato, isso não é vida para esses bebês – seres inteligentes e sensíveis que formam relacionamentos e se lembram do passado. Para que isso pare de ser praticado mundo afora, as pessoas devem deixar de consumir carne, leite e derivados. Só quando não houver mais demanda, esses animais serão libertados de tanto sofrimento.
Vacas confinadas em fazenda de laticínios dos EUA. Elas ficam "encaixadas" em estruturas de ferro, nas quais não podem se mover. Foto: Alamy/Daily Mail
Vacas confinadas em fazenda de laticínios dos EUA. Elas ficam “encaixadas” em estruturas de ferro, nas quais não podem se mover. Foto: Alamy/Daily Mail

Postagens mais visitadas