Detentos de penitenciária sofrem intoxicação alimentar

Detentos da Penitenciária Masculina de São Cristóvão do Sul, na Serra, apresentaram sintomas de intoxicação alimentar após o almoço de sexta-feira (18). Um homem morreu e três precisaram ser hospitalizados.

“Ainda não sabemos se o óbito está relacionado à intoxicação, porque o detento era idoso e tinha outros problemas de saúde. O serviço de alimentação é terceirizado, abriremos uma sindicância para apurar causas do problema e as responsabilidades”, explicou o secretário adjunto de Justiça e Cidadania, Leandro Lima.

Duas equipes da prefeitura de São Cristóvão do Sul, formadas por médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, estavam na unidade prisional até as 11h deste sábado (20) medicando e aplicando soro nos internos que apresentavam sintomas como diarreia e vômito.

Segundo Leandro Lima, todos os 1,2 mil presos da penitenciária serão entrevistados pelos profissionais de saúde para averiguar quais as causas da intoxicação. A prefeitura de São Cristóvão divulgou no início tarde deste sábado, que 250 homens estão recebendo tratamento.

Segundo o secretário, a Vigilância Sanitária colheu amostras da água e dos alimentos disponíveis na unidade prisional para auxiliar na investigação. No início da tarde deste sábado, o Departamento de Administração Prisional do estado divulgará um boletim informando o número de detentos afetados pela intoxicação e outros detalhes sobre o acontecimento.

G1

Postagens mais visitadas