Alimentação saudável te deixa feliz - mas só depois de dois anos

Sua mãe estava certa: comer frutas e vegetais é bom para você - e não é só a saúde que agradece quando a gente aposta em uma dieta saudável. 

Um estudo das universidades de Warwick, no Reino Unido, e Queensland, na Austrália, mostra que quem come melhor também fica mais feliz. 
Só tem dois problemas nessa equação. De acordo com a pesquisa, para alcançar essa felicidade, você precisa comer pelo menos oito porções de frutas ou vegetais por dia e, além disso, o bem estar demora bastante para começar: são pelo menos dois anos dessas oito porções diárias. Mas não desanime, porque a recompensa vale o esforço. No final do estudo, as pessoas que passaram a comer vegetais e frutas demonstraram um aumento da satisfação pessoal equivalente ao que desempregados experimentam quando, depois de um tempão procurando, conseguem um emprego. 
Para entender a relação entre uma alimentação saudável e a felicidade, os cientistas analisaram o comportamento de 12 mil pessoas de 2007 a 2013. Os participantes da pesquisa tinham que manter dois diários semanais: um registrando o que comiam, outro anotando as variações de humor durante a semana. Em 2007, 2009 e 2013, os pesquisadores também propuseram questionários de humor para essas pessoas, com perguntas simples, como "como você está se sentindo hoje?".
Incidentes pessoais - mortes na família, demissões ou términos de relacionamentos - foram levados em consideração, mas, mesmo assim, o resultado foi taxativo: já no final dos dois primeiros anos de estudo, as pessoas que decidiram comer mais porções saudáveis se consideraram mais felizes do que as que ficaram na mesma - e os testes de humor mostraram a mesma relação. 
Essa não é a primeira vez que a ciência conecta bem estar a uma boa dieta. Em 2014, uma pesquisa do Instituto Nacional de Saúde dos EUA revelou que, entre os 400 jovens que participaram da pesquisa, os que comiam mais frutas e vegetais do que gordura eram mais criativos, curiosos, enérgicos e também mais felizes do que os demais. 
Apesar de a relação entre felicidade e alimentação ser quase certa, os cientistas ainda não compreendem por que isso acontece. Uma hipótese levantada pelos pesquisadores de Warwick e Queensland é que frutas e vegetais contém antioxidantes, substâncias ligadas ao otimismo e ao bom humor. Outra ideia é que a concentração de fibras nesses alimentos ajude a regular o intestino - que tem uma ligação importante com o cérebro e o humor.

Postagens mais visitadas