Anvisa proíbe venda de medicamento usado contra vermes

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a venda, uso e distribuição do medicamento Albendazol 40mg/ml, que combate infecções causadas
por vermes. A determinação foi publicada, nesta terça-feira, no Diário Oficial da União.

A Anvisa indeferiu o pedido de renovação de registro feito pelo laboratório Brainfarma, fabricante do produto. A agência negou a continuidade de comercialização de todos os lotes do medicamento, determinando o recolhimento do estoque no mercado.

De acordo com o texto da publicação, os laudos de prova e contraprova, emitidos pela Fundação Ezequiel Dias, apresentaram resultado insatisfatório. Nenhum representante do laboratório foi localizado para comentar a decisão.

Vermífugo recolhido
Em setembro do ano passado, a Anvisa havia determinado o recolhimento de um lote do medicamento Albendazol 400mg comprimido, da empresa Cimed Indústria de Medicamentos Ltda, com validade até agosto de 2016. A medida, motivada por um "desvio de qualidade", como informou a agência, e tinha validade de 90 dias.




Postagens mais visitadas