Polícia fecha fábrica clandestina de cosméticos

A polícia fechou uma fábrica clandestina de cosméticos que funcionava na zona rural de Assis (SP), na tarde desta quinta-feira (6). 


Os produtos eram fabricados há mais de um ano nesta chácara. No local a polícia encontrou embalagens e rótulos de quatro marcas que eram falsificadas. "Nós encontramos um químico, uma administrador e uma mulher que rotulavam os produtos”, explica o delegado Luiz Antônio Ramão.

Os funcionários prestaram depoimento na delegacia e foram liberados. De acordo com a polícia, os produtos eram vendidos principalmente para cidades do Paraná.
A fabricação dos cosméticos era feita em uma cozinha improvisada. Em outro cômodo os cosméticos eram embalados, prontos pra venda. Segundo o coordenador da vigilância sanitária João Francisco Bertogna, o uso desses produtos pode trazer sérios riscos à saúde. “A gente não sabe o que tem nesse produto, pode  causar uma alergia, queda de cabelo, queimação no corpo, queimar a pele.”
A Polícia Civil disse também que todo o material apreendido será descartado e que as investigações continuam para identificar o dono da fábrica clandestina.

Material foi apreendido pela polícia (Foto: Romeu Neto/TV TEM)Material foi apreendido pela polícia (Foto: Romeu Neto/TV TEM
Do G1 Bauru e Marília
)

Postagens mais visitadas