Polícia prende suspeito de atirar em cachorro amarrado a poste na Paraíba

Um jovem de 19 anos preso na manhã desta terça-feira (22) é suspeito de ser o autor dos dois disparos que feriram o cachorro da raça pitbull, encontrado amarrado a um poste no bairro de Cruz das Armas, em João Pessoa. 

De acordo com o delegado Ragner Magalhães, da Delegacia de Crimes Ambientais, ele foi detido em cumprimento a cinco mandados que tinham sido expedidos contra o jovem na época em que ainda era adolescente.
Ainda de acordo com o delegado, foram identificados três envolvidos. Os três são amigos e um deles era o dono do animal. Conforme depoimento dado à polícia por um dos investigados, eles tinham intenção de amarrar o cachorro no poste a fim de que alguma pessoa resolvesse adotar o animal, mas que outro suspeito resolveu atirar. O autor dos tiros tem envolvimento com o tráfico de drogas e, segundo Ragner Magalhães, já andava armado.
Enquanto está detido pelos mandados expedidos por delitos identificados quando adolescente, Ragner Magalhães explicou que já solicitou mandado de prisão preventiva pelo caso.
“Ainda estamos investigando quanto à motivação, até porque o suspeito preso nega participação no caso e toda versão que temos do caso é com base no relato de um dos envolvidos e em uma testemunha”, comentou.
Os outros dois envolvidos, que seriam um ex-dono e o dono do cachorro, foram ouvidos e liberados. Ambos devem responder pelo crime ambiental de maus-tratos em liberdade. O jovem preso por atirar no cachorro deve responder pelos crimes de maus-tratos e porte ilegal de arma.
Cachorro passou por exames em clínica veterinária após resgate feito por ONGs em João Pessoa (Foto: Reprodução/Facebook.com/missaopatinhasfelizes)Cachorro passou por exames em clínica veterinária após resgate feito por ONGs em João Pessoa (Foto: Reprodução/Facebook.com/missaopatinhasfelizes)
Perícia confirmou ferimentos com arma de fogo.
O laudo pericial divulgado pelo Instituto de Polícia Científica (IPC) confirmou que o animal foi ferido por dois tiros de arma de fogo, sendo um na região da cabeça e outra próximo a uma das patas. Os fragmentos retirados foram levados ao Laboratório de Balística Forense do IPC, e após exames foi confirmado que o projétil se tratava de um compatível com o revólver calibre 38, expansivo, com ponta oca e encamisada.

Animal está recuperado
Conforme informações publicadas no perfil em um rede social pela ONG Missão Patinhas Felizes, uma das responsáveis pelo resgate, o cachorro, batizado de Lenin, recebeu alta na segunda-feira (21) após ter passado por cirurgia. Ele foi encaminhado para casa de um adestrador, que ajudar a tornar o animal mais dócil. “Lenin foi transportado sedado, pois após esses dias descobrimos que não se trata de um animal dócil e não aceita mais carinhos”, compartilhou a ONG em sua postagem. Durante o processo de adestramento, a ONG vai iniciar o processo de triagem para escolher a pessoa apta a adotar o pitbull.

Redes de proteção resgatara o cachorro (Foto: Reprodução/Facebook)Redes de proteção resgataram cachorro amarrado a poste (Foto: Reprodução/Facebook)Do G1 PB

Postagens mais visitadas