Projeto 'Viva o Peixe-boi Marinho' cria crowdfunding para salvar animais

A Fundação Mamíferos Aquáticos (FMA) criou o projeto Viva o Peixe-boi Marinho que busca, através de crowdfunding - uma “vaquinha online" -, levantar R$ 120 mil para construir um recinto em ambiente natural. 

O recinto serve para tratar dos animais doentes sem a necessidade de retirá-los do seu ambiente natural. A campanha está aceitando doações através deste site e as quantias vão de R$ 15 a R$ 30 mil e há recompensas disponíveis para cada valor doado.
Foi percebida a necessidade da construção desse recinto porque os peixes-bois marinhos precisam receber alguns tratamentos em que eles devem ser acompanhados durante todo o dia e a alimentação precisa ser controlada. O cuidado com o animal é devido ao fato dele ser considerado um dos mamíferos aquáticos mais ameaçados de extinção no Brasil.
A estimativa é de que haja cerca de 130 mil animais em todo o planeta e mil deles estão na área entre o Piauí e Alagoas.
Os valores das doações podem ser divididos em até seis vezes nos cartões de crédito, desde que respeitada a parcela mínima de R$ 25. As recompensas variam desde dedicatória por e-mail, no site, vídeo ou placa do projeto, até pelúcias do Peixe-boi, viagens para conhecer o projeto e divulgação de marca da empresa do patrocinador.
A FMA está localizada no município de Mamanguape e há 27 anos presta serviços de cuidado e proteção aos mamíferos aquáticos e conservação do seu hábitat natural. Além do cuidado direto com os animais, também é vinculada à Fundação a Oficina Peixe-boi & Cia que produz pelúcias do peixe-boi marinho como forma de gerar dinheiro para o projeto. A oficina funciona como projeto socioambiental pois ao mesmo tempo ajuda as mulheres da região, capacitando-as e dando oportunidade de trabalho para elas.
G1 PB

Postagens mais visitadas