Governo proíbe a venda de amendoim por alto teor de substância que provoca câncer

A Anvisa (Agência Nacionao de Vigilância Sanitária) determinou o recolhimento, em todo o território nacional, do "Amendoim", da marca Produtos Paulita, produzido pelo grupo GSA, com sede na cidade de Aparecida de Goiânia (GO). 

O produto, segundo a análise feita pela Anisa, tem alta concentração de aflatoxinas, que provocam câncer.
A agência reguladora informou que o amendoim do grupo GSA foi testado no Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública do Distrito Federal) e apresentou teores de aflatoxinas acima do limite máximo tolerado, que é de 20µg/Kg.
Além da marca que produz o amendoim, o grupo possui outras seis marcas de produtos diversos como macarrão instantâneo, pó para refresco, energético, pipoca para microonda e sopa em pó.
A marca Produtos Paulista, segundo o site do grupo, existe desde 1972 e fabrica uma série de produtos derivados do milho, amendoim, mandioca e trigo. 
Procurada pelo R7, o grupo GSA não falou sobre o processo de controle de qualidade da empresa e sobre a logística que será adotada para recolher o produto proibido pela Anvisa. 
A resolução número 945 da Anvisa, que proibe a comercialização do amendoim da marca Produtos Paulista, é do dia 4 de abril e foi publicada nesta segunda-feira (10/4), no "Diário Oficial" da União. 

Postagens mais visitadas