Agrotóxico contamina culturas na Paraíba

Um Dossiê divulgado pela Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), apontou que 64% dos alimentos consumidos no Brasil têm agrotóxicos. 


Segundo a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa), a Paraíba apresentou resíduos acima do limite máximo recomendado em culturas de abacaxi e mamão. Desde 2015, a Defesa Agropecuária Estadual não divulga relatório com resultados das amostras coletadas e o Fórum Paraibano de Combate ao Uso Indiscriminado de Agrotóxicos está parado desde o ano passado.

O risco à saúde de quem aplica e também consome alimentos com excesso de agrotóxicos não é novidade. O uso indiscriminado de veneno na produção agropecuária também contamina solo e água. No último relatório do Programa de Análises de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (Para), da Anvisa, foram detectados quantidades acima do limite máximo de resíduos no abacaxi e mamão na Paraíba.

O Carbendazim, veneno usado na lavoura, estava em concentração 180% a mais da Dose de Referência Aguda, que é o parâmetro de segurança toxicológica.

Do PB Agora

Postagens mais visitadas