É melhor estourar ou conservar bolhas de queimadura na pele?

Retroceder nunca. Estourá-las, jamais.

É o que recomenda a medicina. Por mais que as bolhas a incomodem e convidem para uma cutucada, danificá-las lhes tiraria a função principal: ser um curativo natural, um band-aid customizado, feito com sua própria pele.
Se a tentação for irresistível, rola até uma exceção: no caso de a bolha estar dura, dá para fazer um furinho e esvaziá-la, mas sem remover-lhe a parte superior. O jeito mais recomendado de se livrar das inconvenientes redomas epiteliais é hidratar o local da queimadura com óleo mineral ou vaselina líquida até que o tecido danificado se regenere e ela perca a serventia.

Fonte: Roberto Barbosa Lima, da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Postagens mais visitadas