Você parece mais velho quando está sorrindo

Pedir para que os outros digam a idade que você aparenta ter é um exercício interessante. 

Principalmente porque as respostas nem sempre vão considerar só os aspectos físicos. Mas por mais subjetiva que essa avaliação seja, um critério pode ser decisivo para dizerem se você é mais velho: estar sorrindo ou não.
De acordo com uma pesquisa publicada no periódico Psychonomic Bulletin and Review, pessoas que demonstravam estar mais felizes aparentavam ser até dois anos mais velhas. Surpreso? Que bom, assim você também consegue transparecer mais juventude. Ao menos é o que relataram os participantes do estudo, desenvolvido por cientistas da Universidade de Western Ontário, no Canadá, e da Universidade Ben-Gurion do Neguev, em Israel.
No experimento, os voluntários tinham de analisar três tipos de fotos de rostos – de pessoas sorrindo, com expressão de surpresa, e com a famosa “cara de paisagem”. Os donos dos sorrisos foram retratados na maioria dos casos como mais velhos, enquanto quem tinha uma cara de surpresa foi apontado como mais novo.
Mas as reações mais interessantes vieram quando os participantes tiveram de selecionar dentre todas as fotos aquelas que disseram ser de pessoas mais velhas ou mais jovens. Eles erroneamente acreditaram ter falado que quem estava sorrindo tinha menos idade – e não o contrário. Ou seja: a primeira aparência que tiveram não era a real opinião dos voluntários.
Para Melvyn Goodale, um dos autores do estudo, os resultados apontam para um comportamento controverso. Isso por conta do estereótipo que o ato de sorrir ou não costuma carregar. Uma postura mais séria, por exemplo, normalmente passa mais credibilidade, ou mesmo experiência – ligados à idade. Manter uma cara alegre, por sua vez, se liga mais a valores positivos e juventude. “Que o digam a quantidade de comerciais de cremes faciais e pastas de dente, que vendem essa ideia todos os dias”, disse, em entrevista ao site da Universidade de Western Ontário.
E a explicação para essa resposta inesperada parece ser bem simples. O efeito de envelhecimento que sorrir provoca vem da incapacidade das pessoas de ignorar as linhas de expressão ao redor dos olhos. Pode reparar: ao sorrir, a pele do cantinho do olho se dobra toda, marcando o seu rosto. Isso é motivo para você ser taxado como mais vivido. Porém, uma expressão de surpresa, no melhor estilo Edvard Munch, suaviza esse efeito. A pele estica toda e faz você, assim, aparentar um par de aninhos a menos.
O que isso tudo quer dizer? Que há mais um item a ser considerado para a receita anti-envelhecimento. Comer bem, praticar exercícios, não fumar e evitar sorrisos desnecessários – ainda que isso possa lhe fazer parecer antipático.

Postagens mais visitadas