Anvisa pede apreensão de tintas para cabelo

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou nesta segunda-feira, 10, a apreensão de quatro lotes de tintas para cabelo, além da proibição da venda de um óleo de Argan em todo o território nacional, conforme registro no Diário Oficial da União.

As tinturas são da linha Color Premium Creme Colorante Smart Extreme, da empresa Coferly Cosmetica. Segundo a agência reguladora, o produto veio com “características divergentes das constantes na embalagem original, tratando-se portanto de falsificação”.
Em relação ao óleo de Argan, o produto irregular é o Argan Oil, da marca Jhor’s. Conforme comunicado da Anvisa, sua fabricação e distribuição não foram aprovadas no Brasil. Por esse motivo, a resolução pede a proibição da fabricação, distribuição, divulgação, comercialização e uso do Argan Oil, que é fabricado pela empresa Antonia Lóide Palmiero Martins.
Abaixo, veja quais são os lotes das tintas para cabelo que deverão ser recolhidos:
M2909 – Val: 03/19 – Tonalidade 5.0 (castanho claro);
G2235 – Val: 12/19 – Tonalidade CSV22 (corretor violeta);
M1460 – Val: 11/19 – Tonalidade S55.62 (castanho claro vermelho irisado smart especial);
K1612 – Val: 12/19 – Tonalidade CS.A11

Postagens mais visitadas