Dá para ter uma vida normal sem algum órgão?

Orgânico Jobson, antes de lhe atender, um reclame: seja doador de órgãos.

Você pode ter uma vida tranquila sem um dos rins ou parte do seu fígado. Se tiver que retirar um pulmão (ou parte dele, como fez o Papa Francisco), dá para viver bem, mas com o fôlego diminuído.
O apêndice, embora tenha seu papel no sistema imunológico, também pode ser removido sem comprometer a saúde.
Agora, se sua única preocupação fosse sobreviver, segue a lista dos órgãos dispensáveis em seu corpanzil: olhos, ouvidos, genitais, estômago, baço e cólon.

Fonte: José Camargo, da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, e Eduardo Nacur, do Colégio Brasileiro de Cirurgiões.

Postagens mais visitadas