Quer emagrecer? Pode beber suco de laranja

O suco de laranja nem sempre é visto com bons olhos em dietas que têm como foco principal a perda de peso. 

Mas uma pesquisa brasileira publicada recentemente na Nutrition, uma das principais revistas científicas de nutrição da Europa, provou o contrário: além de não ser vilã no emagrecimento, a bebida pode ser forte aliada por oferecer ganhos nutricionais importantes.
Publicado em junho, o estudo foi coordenado pela pesquisadora Thais Cesar, da Escola de Ciências Farmacêuticas da Universidade Estadual Paulista (UNESP), e realizado entre os meses de agosto e outubro de 2015.
Thais tem estudos publicados sobre o assunto desde a década de 1990, e realizou essa pesquisa para mostrar que não é preciso “demonizar” os sucos de frutas nas dietas.
“Nem todo mundo come frutas no dia a dia, então, o suco é uma forma delas absorvem os nutrientes”, afirmou Thais aos nossos parceiros de EXAME.com.
Durante 12 semanas, cerca de 80 pessoas obesas (com IMC acima de 30) foram divididas em dois grupos e submetidas a seguir uma dieta de 2.000 calorias, 500 a menos do que estavam habituados. Em um dos grupos, no entanto, foram adicionadas duas porções diárias de 250 ml de suco de laranja, com cerca de 110 kcal cada.
De acordo com o levantamento, as pessoas que consumiram o suco de laranja diariamente perderam peso de maneira mais significativa (6 kg, em média), além de apresentarem melhorias metabólicas mais acentuadas, como a redução do colesterol.
“As pessoas que tiveram o suco introduzido como parte do cardápio da dieta também melhoraram o que chamamos de sensibilidade de insulina, ou seja, ficaram menos propensos a desenvolver diabetes, doença muito comum em obesos”, afirmou Thais.
Outros resultados significativos da pesquisa comprovaram a redução dos níveis de glicose, insulina, triglicerídeos, colesterol total, LDL e até mesmo das enzimas hepáticas, reduzindo assim a gordura no fígado.
Fonte de vitamina C, a ingestão do suco de laranja também aumentou os níveis de folato e de flavonoides cítricos no organismo das pessoas. Esses suplementos possuem ação anti-inflamatória e antioxidante no sangue.
No longo prazo, o suco de laranja também se mostrou um fator chave para a preservação da massa magra, ao mesmo tempo em que não prejudicou o emagrecimento.
Para obter os efeitos positivos vistos no estudo na sua dieta, Thais destaca que o suco de laranja deve ser integral – mesmo que seja industrializado –, não feito a partir do néctar. “Isso (com néctar) é uma bebida, não é um suco”, disse Thais.
Este conteúdo foi originalmente publicado em Exame.com

Postagens mais visitadas