Força-tarefa apreende cerca de 3 toneladas de alimentos impróprios para consumo

Foram apreendidos nesta segunda-feira (28) cerca de 3 toneladas de alimentos impróprios para consumo em mercados de Alvorada, na Região Metropolitana de Porto Alegre. 


Três estabelecimentos foram vistoriados e um deles acabou interditado.
A força-tarefa do Programa Segurança Alimentar une o Ministério Público, através da Promotoria Especializada de Defesa do Consumidor e da Especializada de Alvorada, além de agentes da Delegacia de Polícia do Consumidor, Secretaria Estadual da Saúde e da Agricultura, Vigilância Sanitária Municipal e Procon.
No primeiro estabelecimento, o Hipermercado Big, da Rede Walmart, foram inutilizados cerca de 700 kg de alimentos. Eles estavam com data de validade vencida, além de condições de armazenamento e de temperatura inadequadas.
Os embutidos foram apreendidos por estarem fatiados, sem data de validade e identificação. O local recebeu uma notificação.
Produtos vencidos foram recolhidos (Foto: Ministério Público / Divulgação)Produtos vencidos foram recolhidos (Foto: Ministério Público / Divulgação)
Produtos vencidos foram recolhidos (Foto: Ministério Público / Divulgação)
Por nota, a assessoria de imprensa da Rede Walmart informou que abriu uma sindicância interna para esclarecer o caso e tomar as providências necessárias.
"O Big possui procedimentos internos rigorosos para assegurar a excelência dos serviços e produtos oferecidos aos seus clientes. Este episódio consiste num fato isolado, alheio à rotina operacional da empresa", diz o comunicado.
Pacotes de comida à venda estavam abertos, possivelmente por roedores (Foto: Ministério Público / Divulgação)Pacotes de comida à venda estavam abertos, possivelmente por roedores (Foto: Ministério Público / Divulgação)
Pacotes de comida à venda estavam abertos, possivelmente por roedores (Foto: Ministério Público / Divulgação)

Outro alvo da operação foi a Rede Oliveira. Na filial situada na Avenida Olegário José Guimarães foram encontrados cerca de 500 kg de produtos impróprios para consumo.
Também havia alimentos vencidos e pacotes de pães, bolos, massas e pizzas congeladas abertos, possivelmente por roedores. Alguns produtos estavam com o prazo de validade já expirado, mas ainda nas prateleiras e em promoção.
O estabelecimento foi interditado e ficará fechado até sanar as irregularidades. Ao G1, o local informou que está fazendo um mutirão de limpeza para normalizar a situação e reabrir o quanto antes.
Um terceiro estabelecimento, também da Rede Oliveira, foi igualmente vistoriado. Ele fica na Avenida Presidente Getúlio Vargas.
Mosca foi encontrada dentro de pacote (Foto: Ministério Público / Divulgação)Mosca foi encontrada dentro de pacote (Foto: Ministério Público / Divulgação)
Mosca foi encontrada dentro de pacote (Foto: Ministério Público / Divulgação)
Do G1 RS

Postagens mais visitadas