Por que o uísque fica melhor quando misturado com água, segundo a ciência

Como tudo, isso é uma questão de gosto. Mas de acordo com uma nova pesquisa científica, o sabor do uísque é potencializado, paradoxalmente, quando diluído com água.

Bjorn Karlsson e Ran Friedman, químicos da Universidade de Linnaeus, na Suécia, chegaram a essa conclusão depois de criar um modelo computadorizado que permitiu analisar as interações entre água, etanol e o composto orgânico chamado guaiacol, proveniente de barris de carvalho onde o uísque é envelhecido e que dá à bebida o seu sabor característico.
Eles descobriram que quando o licor tem uma porcentagem de álcool igual ou superior a 40%, as moléculas de guaiacol tendem a ficar no líquido.
Barris de uísqueDireito de imagemGETTY IMAGES
Image captionDiluir o álcool no uísque de 45% paraa 27%, afirmam, aumenta a densidade de guaiacol na superfície em mais de um terço
No entanto, quando a porcentagem de álcool diminui para 25%, essas moléculas se aproximam da superfície do líquido, levando consigo o aroma esfumaçado e o sabor do uísque.
Diluir o álcool no uísque de 45% para 27%, afirmam, aumenta a densidade de guaiacol na superfície em mais de um terço.

Quanta água?

A questão é por que os produtores não envasam a bebida diretamente com sua porcentagem perfeita de álcool?
Na opinião dos pesquisadores, isso ocorre porque os fabricantes querem evitar o risco de que os compostos que dão sabor à bebida escapem pelo topo da garrafa e sejam perdidos quando abertos.
E, por outro lado, adicionar água é uma tarefa mais do que simples.
Mas, sendo assim, quanto de água é preciso adicionar?
Copos com uísqueDireito de imagemGETTY IMAGES
Image captionCientistas vão pesquisar como drogas com moléculas semelhantes às dos uísque, como remédios, se comportam no corpo humano
"A maneira como experimentamos sabor e aroma é muito individual", diz Karlsson.
"Algumas pessoas preferem colocar gelo para resfriá-lo e dar um sabor mais suave. É por isso que não há uma resposta genérica sobre o quanto adicionar para torná-lo melhor", diz o pesquisador.
Agora, os cientistas - que reconhecem não ser grandes bebedores de uísque - se propõem a descobrir como as drogas que contêm uma mistura similar de moléculas (como remédios para a tosse) se comportam dentro do nosso corpo.
Da BBC

Postagens mais visitadas