Quatro toneladas de carne irregular são apreendidas

A Guarda Civil Municipal de São Manuel (SP) flagrou um caminhão com 4 toneladas de carne irregular, que fazia entregas em estabelecimentos comerciais na quarta-feira (22). Segundo informações da GCM, os guardas chegaram até o veículo após uma denúncia anônima.
Na abordagem, a equipe constatou que produto estava sem nota fiscal, sem os carimbos de inspeção sanitária e havia ainda etiquetas irregulares. A vigilância sanitária e Polícia Civil foi acionadas e confirmaram as irregularidades.
Quatro toneladas de carne irregular são apreendidas em São Manuel
Dois homens, que são moradores de São Manuel, que estavam em um dos estabelecimentos se apresentaram como donos do produto e foram levados para delegacia. A carne e o veículo foram apreendidos, já o motorista do caminhão foi liberado.
Inicialmente, os homens detidos disseram que não tinham nota fiscal por um problema técnico no sistema de emissão das notas e depois eles apresentaram algumas notas fiscais, mas a polícia constatou que os documentos não se referiam à carne apreendida.
Após várias horas ouvindo os suspeitos e todos os envolvidos no atendimento da ocorrência, a delegada Ana Carolina de Brito indiciou os dois homens por crimes contra as relações de consumo, contra a ordem tributária e uso de documentos falsos.
Carne estava sem nota fiscal, sem carimbo da vigilância sanitária e etiquetas irregulares  (Foto: Guarda Civil Municipal / Divulgação )Carne estava sem nota fiscal, sem carimbo da vigilância sanitária e etiquetas irregulares  (Foto: Guarda Civil Municipal / Divulgação )
Carne estava sem nota fiscal, sem carimbo da vigilância sanitária e etiquetas irregulares (Foto: Guarda Civil Municipal / Divulgação )
Os dois foram presos em flagrante, encaminhados para a cadeia de Itatinga e passarão nesta quinta-feira (23) por audiência de custódia.
Toda a mercadoria apreendida foi analisada pela Vigilância Sanitária e, considerada imprópria para o consumo, a carne foi enterrada no aterro sanitário municipal.
Veja mais notícias da região no G1 Bauru e Marília.

Postagens mais visitadas