Moscas usam saliva para se refrescar

Quando a temperatura aumenta, todo mundo dá um jeitinho de se refrescar. Humanos suam, cachorros colocam a língua para fora, já moscas-varejeiras(Chrysomya megacephala) usam a própria saliva. 

Pode parecer meio nojento, mas foi exatamente isso que um novo estudo do Instituto de Física de São Carlos da Universidade de São Paulo (IFSC-USP), em colaboração com o Instituto de Biociências da Universidade Estadual Paulista (IBRC-Unesp), e publicado na revista Scientific Reports.
Acontece assim: as moscas movimentam uma gota de saliva para dentro e para fora da boca de 1 a até 15 vezes, em segundos, antes de engolir. Essa repetição faz a gotícula esfriar até 8 ºC em relação à temperatura ambiente em cerca de 15 segundos. “Quando a mosca move esse fluido da gota mais resfriado para dentro do aparato bucal, ela consegue diminuir sua temperatura, primeiramente, da cabeça, posteriormente do tórax e, por fim, do abdome”, explicou Guilherme Gomes, líder do estudo, à Agência Fapesp. A ingestão da saliva resfriada pode reduzir a temperatura do corpo da mosca em até 3 ºC em áreas importantes como os músculos do voo e o cérebro.
Esse é um comportamento denominado “bubbling”. Para chegarem a essas conclusões, os pesquisadores registraram com uma câmera termográfica, durante vários dias, as atividades de moscas-varejeiras adultas mantidas em uma câmara climática, com vedação e isolamento térmico. As imagens, que captaram a radiação infravermelha emitida por conta da temperatura, permitiram a medição da temperatura corpórea dos insetos em diferentes horários e condições de umidade e temperatura.
Outra descoberta interessante é quando a mosca faz isso. “Ela reduz entre 2 ºC e 3 ºC a temperatura corpórea por oito horas durante a noite repetindo esse comportamento a cada 30 ou 60 minutos”, diz Gomes. “Se a mosca mantivesse sua temperatura corpórea alta durante a noite, ela estaria metabolicamente muito ativa”. Ou seja, esse é um mecanismo também utilizado para economizar energia nesse período.

Postagens mais visitadas